Leitores Online

22 de mar de 2009

O Princípio e o Fim do Homem

De acordo com que diz a Bíblia: “Jeová Deus passou a formar o homem do pó da terra e a soprar nas suas narinas o fôlego de vida, e o homem veio a ser alma vivente’. (Gênesis 2:7).
Conforme a inspiração do homem em suas revelações bíblicas parece que ele é mais importante do que Deus para que Deus viesse a dar satisfações de seus atos ao homem. Quem escreveu por inspiração divina parecia estar presente no momento da criação mesmo antes de ser criado lá no céu com Jeová Deus em espírito, quando a Bíblia afirma que o homem só é uma alma vivente quando se combina a matéria e o ar (fôlego de vida); portanto, o princípio do homem foi a criação mais artesanal e primária de Deus, foi um homem esculpido no barro e com um sopro nas narinas foi criado a alma; para que o homem não ficasse só, foi criado uma mulher de uma cirurgia abdômen torácica em Adão e desta maneira, Deus se tornou um artista plástico e um médico cirurgião.
A Bíblia diz: “Voltarás ao solo, pois dele foste tomado. Porque tu és pó e ao pó voltarás”. (Gênesis 3:l9).
Segundo Eclesiastes 9:5,10. Estes versículos rezam:”Porque os vivos sabem que hão de morrer, mas os mortos não sabem coisa nenhuma, nem tão pouco eles têm jamais recompensa, mas a sua memória ficou entregue ao esquecimento. Tudo quanto te vier à mão para fazer, faça-o conforme as tuas forças, porque na sepultura, para onde tu vais, não há obra, nem indústria, nem ciência, nem sabedoria alguma”.
Conforme o texto do versículo acima grifado, está claro e categoricamente afirmativo que os mortos jamais terão recompensas, então, se torna conflitante quanto ao Juízo Final em que os mortos terão a recompensa da ressurreição e do paraíso terrestre. Ora, como pode haver ressurreição dos mortos quando não existe mais a matéria orgânica do homem e muito menos o pó para torná-lo uma alma vivente e se, sua consciência se decompôs com a matéria. Como pode haver salvação se não existe mais nada depois da morte? De acordo com a própria Bíblia, Jesus morreu para nos salvar, mas salvar de quês? Se tudo está consumado. Então, as religiões cristãs perderam o seu sentido moral no que diz respeito a salvação. Ainda existe uma outra afirmativa quando é conclamado aos fiéis para que eles gozem a vida intensamente antes que chegue a morte, e não como dizem e fazem as religiões, aplicando um código de éticas repressoras ao direito de livre arbítrio do indivíduo.
Devemos entregar a Deus a sua obra e vivermos a nossa vida dentro das leis de Deus e não vivermos questionando com a criação e perfeição de todas as suas obras infinitas, coloridas e imortais.

Ernani Serra

Pensamento: Se a vida é uma minúscula chama e a morte o seu sopro, então, devemos usufruir ao máximo desse pequeno espaço de tempo que é o milagre da luz dentro da vida.
Ernani Serra