Leitores Online

4 de set de 2009

Consciência Negra


Nos últimos anos de uma batalha discriminatória de direitos adquiridos na justiça ou no Congresso Nacional por parte dos negros que acreditam numa luta de libertação política, social e cultural; e no momento atual se conjecturou no Congresso Nacional por uma utopia financeira de uma indenização absurda de dois milhões de reais por pessoa brasileira de cor negra como reparação de um passado de escravidão que era oficialmente justa pelas autoridades e sociedade brasileira na época.
Cada vez que os negros ganham na justiça ou no Congresso Nacional por uma reivindicação afro-brasileira, estão se afastando e se isolando dentro da sociedade com rótulos que se auto discrimina como uma raça diferente, que na verdade, não existem raças puras no Brasil, somos de etnias mestiços, portanto, esses privilégios podem causar no futuro rivalidades entre outras miscigenações brasileiras com o aumento do racismo e discriminações prejudicando a etnia negra.
Os políticos criaram o sistema de cotas para negros nas universidades para facilitar o ingresso dos mal preparados pelas escolas públicas com o intuito de criar um alto índice de universitários dentro da sociedade; quando deveriam aplicar o sistema de cotas para todos os estudantes de escolas públicas sem discriminação de cor de pele.
Os negros estão protegidos judicialmente por xingamentos a sua cor, a sua moral e com isso, estão tornando essa raça miscigenada superior a dos brancos que podem ser xingados sem nenhum respaldo jurídico. Se a Constituição Federal diz que a Lei é igual para todos, então, essa Lei deveria se estender para todas as raças miscigenadas do Brasil e não, um privilégio da cor negra.
É preciso que os políticos e jurídicos olhem o ser humano como uma humanidade e não, como classes separadas uma das outras que estimulam o ódio, a inveja e o desdém.
É preciso dar aos negros as mesmas oportunidades do branco sem forçar a barra com leis obrigatórias, basta que os negros sejam bem preparados nas escolas públicas e profissionais juntamente com os brancos sem nenhuma distinção.
Tanto os negros quanto as mulheres não devem ser discriminados com salários inferiores as mesmas funções dos brancos, isso é injusto e imoral; o Ministério do Trabalho deveria punir severamente essas empresas que escravizam a mão-de-obra de seus trabalhadores sejam eles da área privada ou estatal.
Por causa dessas violências discriminatórias é que existem as guerras, portanto, os negros merecem mais respeito e oportunidades por competência e mérito.

Ernani Serra

Pensamento: No mundo haverá sempre o racismo e a discriminação porque é um fator cultural na História da Humanidade. A sociedade em si,discrimina: o velho, o feio, o gordo, o pobre, a mulher na profissão, o deficiente físico e mental, o negro, o índio etc.


Ernani Serra