Leitores Online

2 de mai de 2010

A Máfia e a Fraqueza Humana


O homem é o ser mais inseguro que existe na natureza por ter medo: da morte, do desconhecido além túmulo, da sua origem na Terra, do princípio e fim do Universo, das suas limitações e incertezas no campo social e muitas outras fraquezas que tenta fortalecer com a espiritualidade nas divindades do invisível.

Por ser um indivíduo fraco, ele se agrupou em células sociais e por não ter um livre arbítrio e pensamento comum com relação as massas sociais, foi que, ficou na dependência de líderes de massas que pensa por todos dentro dos grupos e eles pensam exclusivamente pelo pensamento do líder, se tornando assim, um grupo de fantoches manipulado por uma única liderança. Dessa forma foi criado as famílias, as tribos e as nações com suas divisões e subdivisões.

Se aproveitando das fraquezas humanas, foi então que, apareceu os primeiros líderes intelectuais com boa eloqüência e conquistaram as massas sociais e deram um rumo a sociedade.

Atualmente, a sociedade está minada por uma máfia implacável que não tem: nacionalidade, ética, amor, humanidade, respeito ao próximo... é um monstro com seus tentáculos avançando sobre tudo e todos, destruindo os indivíduos, a sociedade e as nações com sua arma letal que é: as drogas, o jogo e a prostituição, transformando tudo num lixo descartável. O que interessa para a máfia é a riqueza e o poder, descartando a sua própria família, expondo aos perigos dos vícios, das perseguições e da morte. O mafioso só ama a si e aos seus interesses criminosos, como todo grupo, ele também é um fantoche manipulado por líderes poderosos e ocultos.

A máfia tendo conhecimento da fraqueza humana que é, os vícios, começou a dominar o mundo pelo cigarro oficial (tabaco), pelos cassinos, drogas e prostituição, esse é o ramo de trabalho sujo da máfia.

A máfia está cada dia se tornando mais poderosa porque se infiltrou no sistema capitalista político e está manipulando os dirigentes e autoridades constituídas dessas nações.

Por que as drogas não saem de circulação? Porque as autoridades estão coniventes com o narcotráfico, apenas fazem de conta que estão combatendo o crime organizado, para dar uma satisfação à sociedade, apreendem uma tonelada de drogas e deixam passar toneladas o ano todo. São os países do Faz de Conta.

Por que as leis não são rigorosas contra os criminosos em geral? Porque os políticos e os poderosos não querem cair na mesma armadilha das leis vigentes e sancionadas, senão, o tiro vai sair pela culatra.

Os mafiosos estão engasgados com os regimes árabes (muçulmanos) que são rígidos em suas religiões e Leis severas com alto grau de moralismo e justiça que defende o povo, não deixando os mafiosos entrarem para bagunçar a sociedade e a política nacional.

Os mafiosos querem conquistar o mundo pela fraqueza humana e estão se infiltrando, como a água pela rocha porosa.





Por: Ernani Serra
Pensamento: Água mole em pedra dura, tanto bate até que fura.
Provérbio Popular