Leitores Online

2 de jan de 2011

Câmbio Comercial Independente


Para que uma nação se desenvolva economicamente é preciso que seja elaborado um câmbio comercial em que a exportação e a importação não fiquem dependendo uma da outra.

Para que haja essa independência no câmbio da exportação e importação se faz necessário o seguinte:

1 – Criar um câmbio de importação com uma cotação em moeda convencional (Dólar) mais baixa para estimular a compra de produtos no mercado exterior.

2 - Criar um câmbio de exportação com uma cotação em moeda convencional (Dólar) mais alta para estimular a venda dos produtos internos para o mercado exterior.

Se existe um câmbio turístico independente do câmbio comercial, como não pode haver um desmembramento do câmbio comercial de exportação e de importação?

O que atrapalha o desenvolvimento comercial de uma nação é esse câmbio comercial, com um único valor de cotação para a exportação e importação.

Quando o Dólar está alto no câmbio comercial nacional, o mercado econômico corre para a exportação e retrai a importação.

Quando o Dólar baixa no câmbio comercial nacional, o mercado econômico corre para a importação e retrai a exportação. Essa oscilação de mercado no câmbio comercial não é boa para a nação em seu desenvolvimento econômico-financeiro.

Faz-se necessário o desmembramento do câmbio comercial, para que se torne independente um do outro, e o mercado econômico possa importar e exportar ao mesmo tempo, conforme a necessidade da praça sem que haja interferência no mercado.

Essa convenção poderá ajudar a todos os países do mundo que adotarem esse novo sistema cambial.










Por: Ernani Serra
Pensamento: Idade não é pretexto para se tornar velho.
Grace Slattery