Leitores Online

30 de jan de 2011

Pensão Vitalícia


Esta pensão é uma imoralidade que não é nova, há décadas atrás, os militares já faziam uso dessa corrupção que passava de pai para filho e se tornava permanente, era uma sangria nos cofres públicos do Governo Federal e das Forças Armadas. Essa pensão foi revogada pelos políticos e os militares a perderam.

Depois de alguns anos da revogação, os políticos acharam por bem, ressuscitar dando o direito aos governadores de Estado após saírem do governo.

Hoje, estão condenando cinco Estados por ativarem essa Lei nas Assembléias, só que, a quantidade de Estados que estão utilizando essa lei inconstitucional no Brasil (é tido como legais por Lei Estadual) é muito maior do que se pensa esse desvio de verbas públicas.

No momento, estão falando dessa pensão aos Governadores de Estado, criticando e até cogitando em cancelar essa aberração criada por corruptos, mas tudo indica que vai cair no esquecimento político e o trem da alegria vai continuar e o povo que sofra as conseqüências.

Só não falaram da pensão vitalícia que foi dado ao último Presidente da República, que ainda é mais grave, por ferir a Constituição Federal do Brasil.

Olhe lá, se não já existe essa pensão favorecendo alguns cargos do Supremo e do Primeiro Escalão Federal, tudo em surdina.

Enquanto essas verbas são desviadas de maneira permanente, algum dia terá um déficit no orçamento do Estado e do Governo Federal e o povo é que vai pagar essa conta, como está pagando muitas contas através de impostos abusivos ao bolso do consumidor.

O governo tem dinheiro jogando fora, só não aplica, na Educação, na Saúde e na Justiça.

Sem esses três itens o povo fica sem emprego por falta de qualificação e quem não tem tempo de serviço não é admitido em lugar algum. Sem saúde o povo morre a míngua. Sem justiça o povo fica refém dos bandidos.

Só se salva os privilegiados e poderosos.









Por: Ernani Serra
Pensamento: O homem tem duas opções: entre viver no erro, que escraviza, ou na verdade, que faz o homem livre e forte, como seu destino requer.
Sabedoria Logosófica