Leitores Online

17 de fev de 2011

Reforma Agrária


Esse tipo de reforma tem o apoio da Constituição Federal do Brasil, desde que não fira as leis que regulam a compra e posse das terras feitas em Cartório. A Reforma Agrária só é legítima quando o governo doa suas terras como usufruto e garante aos assentados toda assistência técnica agro-pecuária e técnicos agrônomos que possam avaliar o tipo de terra, quais as sementes que podem ser plantadas para obter maior benefício por produtividade e uma assistência técnica constante ou periódica para orientar melhor os assentados em suas necessidades e até de exportação, mas para isso, é preciso que o governo conceda a cada assentamento um crédito rural sob fiscalização para começar o trabalho no campo, isso sim, é Reforma Agrária.

A Constituição Federal proíbe quaisquer tipos de invasões as propriedades privadas sejam elas produtivas ou não, portanto, invadir terras é crime, é roubar os direitos legítimos de propriedade alheio, é um direito adquirido, um ato jurídico perfeito. Isto está na Constituição Federal do Brasil.

DOS DIREITOS E GARANTIAS FUNDAMENTAIS - XXXVI.

Que diz: - a lei não prejudicará o direito adquirido, o ato jurídico perfeito e a coisa julgada.

A culpa das invasões de terras alheios está nos políticos do governo que dá todo apoio aos baderneiros, inclusive pelegos que arregimentam pessoas para invadir terras produtivas ou não, os políticos fretam ônibus para levar os invasores até o local da invasão, depois de invadida as terras os políticos protegem os invasores. Dentre eles existem muita gente que têm terras, propriedades e até comércio, são os oportunistas ladrões. Isso não é Reforma Agrária é invasão de terras, desapropriação indébito que contrariam as leis do Brasil.

Foi constatado que todos que se apropriaram das terras privados em nome da falsa Reforma Agrária foram abandonados pelo governo que deixaram a mercê da sua própria sorte, sem nenhum auxílio, portanto, todos os assentados não fizeram nada em prol da terra ganha, muitos estavam vendendo areia e barro para os armazéns de construções e a erva daninha tomando conta dessas terras improdutivas desses assentados preguiçosos e sem dinheiro, outros, só queriam vender as terras e depois voltavam para o bando dos Sem Terras para adquirir mais terras e fazer mais negociatas. Infelizmente, o governo vem prestigiando esses baderneiros políticos revolucionários que desestabiliza a ordem pública e põem em risco a Segurança Nacional.











Por: Ernani Serra
Pensamento: Diz-me com quem andas que eu te direi quem és.
Adágio Popular