Leitores Online

26 de mar de 2011

Energia Nuclear


As bombas nucleares fundamentam-se na reação nuclear descontrolada e, portanto explosiva. A força da explosão é de 5 mil até 20 milhões de vezes maior, se comparada a explosivos químicos. A temperatura gerada em uma explosão termonuclear atinge de 10 até 15 milhões de graus Celsius no centro da explosão.

Existem vários tipos de reatores de fissão: de água leve, de água pesada, de rápido enriquecimento, grafite e MSR.

Os reatores de fusão são: deutério, hidrogênio, de hélio, de confinamento magnético e iter.

Considera-se que apenas uma quantidade de 1 quilograma de Plutônio 239 seria, do ponto de vista matemático, suficiente para provocar a extinção da população humana a longo prazo. Em um ano, um reator nuclear de 1200 MW como o de Angra 2 produz 265 kg desse material, que tem meia-vida de 24.000 anos.

O reator de Chernobyl (URSS) contaminou radioativamente uma área de aproximadamente 150.000 km2 (corresponde mais de três vezes o tamanho do estado do Rio de Janeiro) sendo que 4.300 km2 possuem acesso interditado indefinidamente. Até 180 quilômetros distantes do reator situam-se áreas com uma contaminação de mais de 1,5 milhões de Becquerel por km2, o que as deixam inabitáveis por milhares de anos.

No mês de janeiro de 2009 estavam funcionando 210 usinas nucleares em 31 países com ao todo 438 reatores produzindo a potência elétrica total de 372 GW.

A geração de rejeito radioativo de usinas nucleares é normalmente baixa, mas representa um problema, pois os elementos contidos no combustível queimado, principalmente os produtos de fissão, demoram um tempo muito longo para decaírem em outros elementos e apresentam alta radioatividade, portanto é necessário que eles fiquem confinados em um depósito próprio onde não possa haver nem interferência humana externa nem interferência ambiental (já que a interferência ambiental pode causar vazamentos e deslocamento dos elementos). (trechos do site Wikipédia).

Isso se chama de lixo atômico que é um resíduo indestrutível e de grande radioatividade.

Essas usinas nucleares são verdadeiras bombas atômicas sobre controle, é um Perigo Mundial. Se acontecer um acidente em pelo menos umas três usinas nucleares poderá ser o fim da humanidade.

A humanidade tem que lutar pelo fechamento de todas essas usinas nucleares.

Há perigos:

Em vazamentos radioativos;

Contaminação da população e do meio ambiente por radioatividade;

Em explosão como uma Bomba Atômica;

Os técnicos acham que essas bombas atômicas sob controle são muito seguras, os japoneses também afirmavam que suas usinas são de alta segurança e aconteceu o pior.

Nada feito pelo homem tem segurança total. O homem está inventando muita coisa para o Apocalipse. 










Por: Ernani Serra
Pensamento: Bons profissionais corrigem erros, enquanto que excelentes profissionais os previnem.
Augusto Cury