Leitores Online

17 de mar de 2011

Honestidade e Desonestidade


Esta palavra honestidade talvez seja somente uma utopia, uma maneira de impedir que outros façam à dilapidação em seus patrimônios. Quando se diz que cada pessoa tem o seu preço é aí que acabou com a honestidade. A natureza humana é desonesta é egoísta e mesquinha. Quem nunca mentiu? A mentira é um passo da desonestidade ou está intrinsecamente dentro dela.

Todo mundo se diz honesto, mas basta dar uma oportunidade para que apareça o ladrão interior. O homem só é honesto enquanto estiver sob constante vigilância, quando encontra uma oportunidade segura que acha que ninguém vai descobrir a sua desonestidade então aparece o vilão. É por isso que há tanta corrupção dentro das administrações burocráticas porque as desonestidades são manipuladas e apresentadas como honestas.

Existem os honestos por medo e insegurança são aqueles que acham no lixo, no lavabo do shopping, táxis ou em qualquer lugar uma soma em dinheiro ou pertences valiosos e vão entregar na polícia ou aos seus respectivos donos quando sabem o seu endereço.

Têm pessoas que condenam esses atos, pichando de otários os que devolvem essas coisas achadas de terceiros e alguns o chamam de honestos.

Não tem nada de honesto, são criaturas que entram em choque com a consciência, e teme ser presos se descobrirem com aquele achado e perdido alheio.

Ninguém em sã consciência é honesto, o que os comerciantes chamam de lucros nada mais é do que furtos legalizados e oficializados.

A palavra honestidade foi criada para deter a ânsia do homem em enganar o próprio homem, é o que alguns dizem, fulano é sabido, é esperto, fez fortuna com o próprio suor... Ninguém diz que ele é ladrão. A oportunidade é que faz o ladrão.

As grandes fortunas mundiais vieram de maneira suspeita ou através de heranças que no passado conseguiram riquezas desonestamente.

Tem pessoas que vieram do nada e de repente se tornam famosos e bilionários e ainda diz que sua riqueza veio de trabalho honesto. Se trabalho enriquecesse, os garis, os estivadores, os operários e comerciários estavam todos milionários.

Não estou fazendo apologia à desonestidade e sim, que ninguém é de total confiança, portanto, a pessoa no mundo tem que ser vigiada constantemente para que tenha um caráter honesto e com o tempo se torne um ato intrínseco convertido para o DNA humano.











Por: Ernani Serra
Pensamento: Não é defensável que a dor amadurece o ser humano. As perdas e frustrações o pioram, esmagam sua autoestima e dissipam seu encanto pela vida. A dor só nos enriquece se não tivermos medo de entrar em contato com nossas fragilidades e insensatez, se a usarmos para esculpir nossas mazelas.
Augusto Cury