Leitores Online

16 de mar de 2011

Onde está a Honestidade?


O presídio federal de segurança máxima em Mossoró-RN, recém construído, já está cheio de rachaduras nas paredes e foi interditado por falta de segurança, pelo visto, os milhões de Reais dos contribuintes desceram pelo esgoto e os corruptos emboçaram uma grande parte dos milhões empregados na obra.

Isso é de praxe no Brasil, principalmente pela engenharia civil, a mais honesta é a engenharia militar que constrói obras sólidas com menos custos.

Se formos enumerar essas fraudes e materiais de terceira que são empregados nessas construções sem nenhuma fiscalização, e quando são fiscalizados, os fiscais recebem propinas das construtoras que dão o aval de liberação.

O Açude de Gargalheiras em Acari - RN foi construído pelo 1º BEC do Exército Brasileiro, é uma grande e bonita obra de engenharia, só que, antes de ser construída dois engenheiros em anos diferentes receberam as verbas milionárias e desapareceram com o dinheiro, só que, essas verbas recebidas pelos engenheiros civis foram o dobro das verbas que o Exército construiu. Foi muito dinheiro roubado pelos civis.

Sem falar em inúmeras obras de pontes e estradas que foram abandonadas depois de receber o dinheiro. Tem edifícios e túneis que foram construídos pela engenharia civil que superfaturaram os materiais empregados e ganharam fortunas, e como o Brasil é o paraíso da corrupção ninguém vai preso, há um pequeno escândalo por uns dias e depois ninguém fala mais no assunto.

Os crimes de sonegação, fraudes e outras falcatruas já estão banalizados dentro da construção civil, o Brasil é o país em que o crime compensa. Se não compensasse não haveria tantos corruptos dilapidando o dinheiro público.

Nesse país ninguém quer nada honesto, um Ministro da Justiça falou em formar uma comissão para fiscalizar os processos e a administração do judiciário, ninguém daquela área gostou da idéia, fizeram tanta pressão sobre o ministro que se calou e ninguém falou mais nisso. O mesmo aconteceu em se falar de reforma no judiciário e também, em criar uma justiça que investigue as irregularidades do serviço estatal, acharam um absurdo, porque é o Estado que é o patrão do judiciário, portanto, essa justiça não tem poder contra os erros no serviço estatal, estão coniventes com todos os erros e injustiças que possam ocorrer no judiciário. Ninguém quer saber de honestidade, já dizia Rui Barbosa: Vai chegar o dia em que o honesto vai ter vergonha de ser honesto. Já chegou esse dia.









Por: Ernani Serra
Pensamento: Não somos um número de cartão de crédito, uma conta bancária, mas seres humanos únicos. Apesar dos nossos defeitos, somos estrelas vivas no teatro da existência.
Augusto Cury