Leitores Online

1 de mai de 2011

Chuva Ácida e Poluição


Um problema ambiental em regiões muito poluídas é a alta concentração de ácidos presentes na chuva, na neve ou na neblina. Com denominação genérica de chuva acida, sua origem são os óxidos de nitrogênio (NOx) e o dióxido de enxofre (SO²) liberados na atmosfera pela queima de combustíveis fósseis (principalmente o carvão mineral). Esses compostos reagem com o vapor de água presente na atmosfera, formando o ácido nítrico (HNO³) e o ácido sulfúrico (H²SO4).

Ao se precipitarem, eles alteram as características do solo e da água, prejudicando as lavouras, as florestas e a vida aquática. Também danificam edifícios e monumentos históricos.

Até os anos 1990, os Estados Unidos eram os principais responsáveis pelo fenômeno, mas foram, então, superados pelos países asiáticos. A China, por exemplo, consome mais carvão do que os Estados Unidos, a Europa e o Japão reunidos e, em 2007, emitiu 34,2 milhões de toneladas de dióxido de enxofre.

As principais medidas para reduzir a chuva ácida são utilizar carvão com menor teor de enxofre e energéticos alternativos.

É a poluição de emissão de resíduos sólidos, líquidos e gasosos em volume superior à capacidade de absorção do ambiente. Também é causada pelo lançamento de substâncias estranhas à natureza, como os inseticidas.

Com o crescimento da população, a urbanização e o aumento de consumo, a quantidade de resíduos sólidos e líquidos torna-se uma ameaça ou problema ambiental e social em todo o mundo.

A poluição da água é causada pelo lançamento de efluentes (fluido ou gás que emana de uma fonte) industriais, agrícolas, esgoto doméstico e resíduos sólidos (lixos). Isso compromete a qualidade das águas superficiais e subterrâneas. Os rios e lagos são os ambientes mais ameaçados, por causa principalmente da construção de hidrelétricas e da canalização.

O Brasil não possui rede canalizadora e nem coletora de esgoto. Os esgotos domésticos ricos em nitrogênio provocam o crescimento de algas e plantas aquáticas, que reduzem a entrada de luz e do oxigênio do ar. Os nitratos presentes nos fertilizantes e no esgoto humano contaminam as águas subterrâneas.

No Brasil, o esgoto é despejado sem tratamento em rios, mares, lagos e mananciais.

O aumento do (CO²) é apontado como a mais importante agravante do efeito estufa. Já os (HC e os NOx) ocasionam a formação do ozônio troposférico (O³), perigoso agente cancerígeno.

Lei de Crimes Ambientais de nº9605 que prevê multas que chegam a 50 milhões de Reais para infrações como: a pesca proibida ou período de defeso; crimes contra o patrimônio; soltura de balões de chama; caça ilegal; obras poluidoras, queimadas e desmatamento.

Infelizmente, essa Lei só funciona no papel, na prática é completamente diferente. Multa de 50 milhões de Reais isso é hilariante. Fonte de Pesquisa: Almanaque Abril – 2011.



video










Por: Ernani Serra
Pensamento: Todos os microcosmos é igual aos macrocosmos.