Leitores Online

27 de mai de 2011

Era uma vez....


Um reino muito próspero tinha de tudo, riquezas naturais, solo e subsolo, florestas imensas um paraíso para o reino animal.

O Rei leão, é que reinava nesse paraíso ecológico.

Com o passar dos anos, a inveja e a ambição se instalou no coração do Duque Macaco. O Duque fez a cabeça dos demais súditos e comandou a revolução com promessas mirabolantes de liberdade, fraternidade e igualdade. Na verdade o Duque Macaco só queria entregar o seu reino ao Rei Urso Panda que tinha outro reino gelado, caia neve, mas era um grande paraíso branco.

O Duque Macaco conseguiu prender o Rei Leão na masmorra e ficou reinando nesse paraíso, mas não tinha tino administrativo para governar tão grande território.

Para frustração do Duque Macaco o reino do Rei Panda caiu em desgraça e foi dominado pela Rainha Águia que tinha um grande domínio espacial e o seu reino era muito grande e desenvolvido.

O Duque Macaco que não sabia governar o seu reino, e queria entregar o reino animal para o Rei Panda, e com a invasão da Rainha Águia que derrubou e capitulou o domínio dos Ursos Pandas, então, o macaco arquitetou alguns planos para entregar indiretamente o seu paraíso a Rainha Águia toda poderosa.

Todos os súditos do Duque Macaco que aderiram ao golpe revolucionário e prometiam ao seu reino que iriam fazer um governo de prosperidade e igualdade social, mas quando tomaram o poder nos seus ministérios ficaram ambiciosos e começaram a roubar as riquezas do reino.

Todas as corrupções do Duque Macaco e seus ministros só tinham um objetivo, entregar as riquezas a Rainha Águia que manipulava todo o reino do Duque Macaco, ambos, estavam enriquecendo, de um lado os ministros e o macaco e do outro, o império da rainha, a poderosa.

Cada dia que passava o império do Duque Macaco estava entrando em crise sócio econômico e financeira, e seu paraíso ecológico estava sendo devastado pelos abutres que derrubavam as árvores e vendiam as riquezas naturais para o império da Águia.

A sociedade animal ia se desgastando com leis anti-sociais e imorais dos conselheiros da corte do Duque Macaco, tudo que faziam era para prejudicar todo o reino animal. Não educavam, não davam assistência médica hospitalar e nem segurança pública tinha tudo para combater o crime organizado das aves de rapinas.

E terminou assim: Era uma vez um reino do macaco.











Por: Ernani Serra
Pensamento: A felicidade é uma condição de espírito e não uma circunstância.
Elaine Moreno Ibanez