Leitores Online

14 de mai de 2011

Oxi, crack, cocaína, cristal, maconha e álcool


Por causa da sua composição mais suja o OXI formado pelos elementos químicos: acetona, ácido sulfúrico, amônia, soda cáustica, pasta base de cocaína, querosene e cal virgem essas são as misturas que a droga pode conter.


Desde 1980 que o Acre vem convivendo com o vício dessa droga mortal. Agora se expandiram pelos Estados Piauí, Paraíba, Maranhão, Brasília, São Paulo e Rio de Janeiro por enquanto.

Por ser essa droga mais barata do que as demais, tornamos mais perigosa a saúde pública, pelos componentes químicos que são verdadeiros venenos que vão corroer o organismo humano.

CRACK


Essa droga é composta pela mistura de pasta-base de coca ou cocaína refinada, com bicarbonato de sódio e água, o Crack é uma droga como todas elas, viciam rapidamente, o usuário fica em sua dependência como um robô alienado.

CRISTAL

É considerada a droga mais perigosa e mais poderosa que existe no mercado dos vícios nos dias atuais, um perigo que se alastra como uma praga. É mais barata que a cocaína e dez vezes mais forte, sendo que os efeitos duram até dez horas, é mais viciante que a HEROÍNA e mais destrutiva que o CRACK, o seu poder de destruição se aproxima ou é igual a do OXI. O Cristal já foi detectado no Estado de Alagoas em Maceió por uma Delegada de Polícia.


Essa droga passa pelo sistema nervoso central, o coração bate mais forte, a pressão sanguínea aumenta. Provoca autoconfiança e euforia, as pupilas dilatam, a respiração fica ofegante, a fala fica atropelada, sente depressão, inquietação, alucinações.

É uma droga industrial feita pela metanfetamina e outras misturas nocivas ao organismo humano.

Essas drogas causam euforia, aumento de pressão arterial, alto risco de infarto e acidente vascular cerebral, com o tempo o cérebro é afetado podendo sofrer perda de memória e diminuição da capacidade de concentração e de raciocínio até chegar a loucura. O Cristal envelhece as pessoas rapidamente.

COCAÍNA

Na primeira fase da extração do alcalóide, as folhas são prensadas em ácido sulfúrico, querosene ou gasolina, resultando em uma pasta denominada de sulfato de cocaína. Na segunda e última fase, utiliza-se o ácido clorídrico um pó branco. Essa droga produz arritmias, pré-disposição ao infarto, provoca dores musculares, náuseas, calafrios e perda de apetite. As dosagens muito altas e freqüentes provocam alucinações táteis, visuais e auditivas, ansiedade, delírios, agressividade e paranóia.

MACONHA

Os efeitos são: cabeça mais leve, taquicardia, secura da boca e da garganta, vermelhidão dos olhos são os mais conhecidos.

Nas primeiras tragadas do baseado o usuário se sente eufórico e mais susceptível a longas gargalhadas, é comum a dislexia a dificuldade de concentração e perturbação da memória. Pode causar reações de medo, pânico, ansiedade e a síndrome da morte iminente. A maconha é tóxica e prejudica a memória e a concentração.

ÁLCOOL

Essa droga é tóxica e mais prejudicial do que a marijuana. Os efeitos fisiológicos debilitadores são muito mais intensos com o álcool do que com a marijuana. Mas não quer dizer com isso que sirva de desculpa para a liberação do consumo da maconha, e sim, como um estímulo à proibição do álcool sob as mesmas premissas. O álcool deixa o usuário viciado e com o tempo de uso aparecem doenças nervosas como tremores e convulsões, confusão mental, ansiedade, taquicardia, irritabilidade, agressividade, alucinações e pode chegar à loucura. Doenças do fígado cirrose hepática e outras degenerativas provocada pelo álcool.

Comentário: Todas essas drogas e até o fumo são vícios que levam a humanidade a ficarem dependentes, perderem a saúde e até a morte. Se quiserem morrer, usem bastantes drogas. O que é de gosto regala o peito. Morra com muita alegria e satisfação, leve para o túmulo o que é mais valioso, A VIDA.










Por: Ernani Serra
Pensamento: Todo pequeno vício é um portal aberto para os grandes vícios.