Leitores Online

3 de jun de 2011

Querem liberar a maconha



O ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso e o Ministro do Meio Ambiente Carlos Minc Baumfeld, ambos, vêm defendendo o uso da maconha dentro da sociedade brasileira.

Fernando Henrique apóia a descriminalização da posse de pequenas quantidades de drogas para uso pessoal e é integrante da Comissão Latino-Americana de Drogas e Democracia, que defende uma nova abordagem contra o tráfico.

O Carlos Minc foi ex-guerrilheiro, por sua participação em atos da esquerda armada contra o regime foi preso em 1969 e libertado em 1970. Integrante da organização clandestina VAR-Palmares, onde militou ao lado de Dilma Roussef, participou em 18 de junho de 1969, na cidade do Rio de Janeiro, do roubo de um cofre pertencente ao ex-governador de São Paulo Ademar de Barros de onde foram subtraídos 2,5 milhões de dólares. Copilado da Fonte: Wikipédia.

O ex-presidente e o Ministro acham que a maconha é menos perigosa do que o álcool e portanto, ambos, estão defendendo essa droga perigosa, como políticos que são, não deveriam ir a público manifestar suas idéias subversivas em favor do narcotráfico, daqui a pouco vão liberar o uso da cocaína, do crack, do cristal... Através da justiça e do próprio governo. Se a maconha tem direito como droga as demais também vão ter o mesmo direito. Como bons políticos deveriam dar o exemplo de bom comportamento ético, no mínimo, deveriam fazer uma Lei para combater o uso do álcool e não, aumentar o número de drogas com a liberação oficial para toda sociedade. A Suíça no passado liberou o uso de cocaína que era usada e comercializada nas praças públicas, mas o número de viciados aumentou vertiginosamente e os governantes suíços tomaram a decisão de reprimir o uso e tráfico, para o bem do povo suíço.

Tantas coisas boas e decentes para os políticos se preocuparem, mas não, estão se preocupando em defender a maconha.

Já não bastam os vícios do álcool e do tabaco, estão acrescentando e oficializando mais um vício.

Temos a degeneração de vários meios étnicos da sociedade como:

Tribos indígenas no Brasil que estão sendo aliciados pelos traficantes e transformando as crianças e adolescentes em mulas. Onde está a FUNAI?

Penitenciárias sendo transformadas em Faculdades do Crime Organizado, onde os presos mandam e desmandam dentro e fora dos presídios, vendendo e usando abertamente todo tipo de drogas e as autoridades nada fazem porque têm medo da repressão dos marginais. Onde está a Justiça?

O Governo Federal não dá um basta no mercado das drogas porque não quer, deixam as fronteiras do Brasil sem nenhuma fiscalização ou os poucos postos não têm fiscais suficientes e mesmo assim, esses poucos são na maioria corruptos que se vendem ao narcotráfico e contrabandistas. Onde está a Fiscalização e o Governo?

Parece que querem desestruturar todo o sistema social e político do Brasil. No futuro o povo brasileiro vai ficar pobre, burro e alienado pelas drogas, e quem vai tomar conta dos cargos públicos e privados? Os estrangeiros que vão chegar como o salvador da Pátria, com boa instrução e aptos para exercerem as funções de gerenciamento do país.

E os brasileiros? Lacaios e gente desprezível, simplesmente, nativos, índios... e outros pejorativos.






Por: Ernani Serra
Pensamento: O amor é a única resposta sadia e ao mesmo tempo compensadora para o desafio da vida e é tão difícil a conquista do amor quanto o domínio de seus ímpetos.
Elaine Moreno Ibanez