Leitores Online

16 de jul de 2011

Blindados Guarani





O Brasil planeja gastar R$ 6 bilhões em 2.000 blindados até 2020.

Esses blindados Guarani com miras e controles israelenses que permitem matar à distância. Entre as novidades estão controles digitais em vez de ponteiros indicadores. Com esse sistema, os soldados poderão vigiar o terreno, mirar e matar sem sair do carro. Todos os comandos são acionados por controle remoto.

O novo Guarani será usado na vigilância das fronteiras e no combate ao tráfico de drogas.

Cada carro blindado pesa 18 toneladas, tem tração nas seis rodas e leva no seu interior 11 soldados. Esses blindados são carros anfíbios (terra/água).

Segundo o Ministro da Defesa Nelson Jobim esse investimento irá reequipar o Exército.

Ele vai substituir todo o sistema de mobilidade do Exército. O blindado Urutu e Cascavel considerado obsoletos serão reformados para compor a frota da Força Armada.

O Guarani será construído na fábrica da FIAT/IVECO, em Sete Lagoas (MG).

O ministro deseja reequipar a Marinha com novos submarinos franceses e na fase final da compra de novos aviões de caças para a Aeronáutica.

Para a Aeronáutica, a principal novidade é vinda de Israel, um capacete ultramoderno para os aviões Tucano e F-5. Esse capacete tem um visor com uma tela de alta resolução tanto de dia quanto de noite. A tela funciona como mira eletrônica, que calcula e avisa o momento exato para disparos e permite gravar todos os dados dos vôos, inclusive imagens reais. Num futuro próximo poderá ser utilizado em aeronaves da polícia.

A tela ajuda em manobras de baixa altitude e quando o tempo está ruim, com o tempo, a memória do capacete poderá armazenar imagens do terreno, e o piloto, verá tudo como se fosse um dia claro e de sol, mesmo a noite e em grandes tempestades sem visibilidade.

Comentário: Quanto ao uso do Guarani nas fronteiras e no combate as drogas, acham difícil que isso venha acontecer, o que acontece na fronteira não é uma vigilância permanente e sim temporária, que não resolve nada e o tráfico de drogas continua a pleno vapor. Tem que haver nas fronteiras uma Companhia de Blindados Guarani para manter uma vigilância permanente.

Quanto à compra de submarinos franceses só serão úteis para a Marinha, se forem adaptados com torpedos inteligentes, iguais aos que são usados nos submarinos atômicos.

Quanto aos capacetes modernos para Aeronáutica é muito importante para a navegação aérea militar.













Por: Ernani Serra
Pensamento: Melhor que as guerras, é se preparar para a Paz.
Ernani Serra
http://www.youtube.com/watch?v=GJU4czPISPw&feature=related