Leitores Online

10 de set de 2011

Marajás e Súditos


Os parlamentares no próximo ano (1º de fevereiro de 2012) custarão cada um R$ 128 mil por mês.

O projeto aprovado em tempo recorde beneficia também a Presidente da República com um reajuste de 133,9%. Ministros de Estado e o Vice-Presidente da República, também serão beneficiados com reajuste de 148,6%.

Todos passam a receber R$ 26.723,13, que entrará em vigor a partir do dia 1º fevereiro de 2012, o mesmo valor dos vencimentos dos Ministros do Supremo, que serve como teto do funcionalismo púbico.

O projeto foi apresentado pela Mesa Diretora da Casa no momento da sessão, para entrar na pauta, os deputados tiveram de aprovar o regime de urgência. O projeto é promulgado imediatamente pelo Legislativo. Esse aumento salarial provocará um efeito cascata nas Assembleias Legislativas dos Estados e nas Câmaras Municipais. Fonte: Site na Internet.

Comentário: Nos aumentos dos trabalhadores de um Salário Mínimo, houve uma grande polêmica que durou mais de um mês para aprovar R$ 540,00, parecia que ia dar uma fortuna aos trabalhadores, mas para os políticos o aumento milionário foi elaborado em minutos, foi vapt-vupt.

O teto do Salário Mínimo do funcionalismo público privilegiado é de: R$ 26.723,13. Fala-se num Salário Mínimo para os assalariados no próximo ano (2012) de R$ 600,00, será que vai dar?

Cadê os defensores e representantes do povo? São os primeiros a corromper a ordem e faltarem com o respeito para com a cidadania.

É uma vergonha que os governantes estejam participando dessa corrupção salarial em detrimento aos anseios salariais do povo brasileiro.

Os governantes de hoje, não representam mais o povo, eles representam a si mesmo, ao seu egoísmo, egocentrismo, poder e riqueza.












Por: Ernani Serra
Pensamento: O que é a vida: É um barco de dejetos, navegando no mar de urina sob uma tempestade de gases.
Pensamento Debochado Popular