Leitores Online

20 de jan de 2012

Estão Amordaçando a Mídia Global


O Congresso Nacional do Brasil elaborou e aprovou e o ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva sancionou a Lei 10.695 de 01/07/2003, antipirataria, como todas as leis no Brasil não vem funcionando na prática.

Agora vem os EUA colocando em pauta no Congresso americano um Projeto de Lei para combater a pirataria na internet. Uma verdadeira caça as bruxas. Se for aprovado e se tornar lei, a internet está sob censura do Estado Norte Americano, cadê a liberdade de expressão das mídias? Onde foi parar a Democracia? Que país é esse? Sabemos que a censura é um instrumento de repressão dos regimes ditatoriais e comunistas que não toleram a liberdade de pensamento dos jornalistas. Estão até querendo impedir que os jornalistas expressem as suas próprias opiniões nos comentários isso já é demais, é aguilhoar as mãos, os pensamentos e amordaçar as ideias.

O que deveria ser proibido e retirado na internet são os vídeos, as imagens e as páginas de conteúdo adulto que são imorais e ferem os bons costumes de todos os povos.

O antiprojeto norteamericano SOPA (Stop Online Piracy Act) e o PIPA (Protect IP Act) foram criados para combater: Sites que distribuem ou vendem produtos piratas na internet e violam direitos de propriedade intelectual. Os opositores dos projetos afirmam que eles podem criar um mecanismo de censura na internet e prejudicar a inovação e a colaboração em rede.

O SOPA pretende impedir o acesso de americanos a sites de compartilhamento ilegal de vídeos e músicas, além de sites que vendem produtos falsificados, como remédios, calçados e roupas. Sites que comercializam armas e drogas também estão na mira da nova lei. Devem sim, combater os criminosos piratas. Quanto a vídeos e músicas isso não é importante nem perigoso para a sociedade, é uma distração para os internautas.

O PIPA é um projeto de lei parecido com o SOPA, ele é mais focado na distribuição de conteúdo digital e menos focado na venda de produtos físicos piratas. O PIPA prevê que provedores devem bloquear os sites considerados impróprios e que empresas americanas devem cortar qualquer tipo de vínculo com esses sites. É preciso esclarecer o que é distribuição de conteúdo digital e sites considerados impróprios.

As empresas de tecnologia e internet, estão contra o SOPA e o PIPA, afirmam elas, que esse antiprojeto vai criar uma censura na internet para os internautas. Essas empresas afirmam que poderia ainda prejudicar a inovação e a colaboração em novos projetos e iniciativas, uma das maiores virtudes da internet.

Como tudo que acontece nos EUA, se for aprovado esse antiprojeto, o mundo todo vai querer acompanhar essa ideia, e a mídia e os jornalistas vão ficar presos e amordaçados numa lei que fere a liberdade de expressão global.













Por: Ernani Serra
Pensamento: Faço parte do mundo e, no entanto, ele me torna perplexo.
Charles Chaplin