Leitores Online

18 de jan de 2012

Polêmica No BBB12


De acordo com os relatos do Correio do Brasil nesta terça-feira, 17/01/2012.

As cenas em que o ex-integrante do programa de TV Big Brother Brasil 12 supostamente estupra a colega de cama foram retiradas do ar logo após o início da polêmica, mas recuperadas e publicadas no YouTube, na íntegra. Nelas, Daniel e Monique aparecem juntos e a câmara flagra momentos em que ela aparece imóvel, enquanto Daniel se movimenta continuamente.

Comentário:
É preciso ouvir os dois lados da história. A Monique diz que nada aconteceu e se aconteceu ela estava inconsciente.

Se Daniel premeditou esse abuso sexual acredito até que tenha dado algo a jovem porque o álcool não entorpece ao ponto da pessoa não saber de nada; se na cama ela ainda estava acordada e em pleno estado de lucidez então está descartado a hipótese de alcoolismo, se houve penetração ela deveria ter sentido alguma coisa ao acordar do transe. O que intriga é que ela ficou inerte e se diz inconsciente que deu oportunidade a Daniel de abusar ou bolinar sexualmente a jovem Monique.

Todo mundo está escandalizado com o estupro na casa de show, mas ninguém se escandaliza com os estupros consentidos de jovens em cenas de vídeos pornôs, aquilo sim, são estupros de pessoas desumanas e bárbaras, tem cenas maquiavélicas de verdadeiras torturas, monstruosidades e ninguém processam os mafiosos do sexo explícito.

Vamos analisar agora o Reality Show do BBB 12, essa casa não deveria fazer festas com bebidas alcoólicas, pois as jovens são de famílias e os alcoóis deixam todos eufóricos e comprometem o comportamento dos brothers e sister em seu estado de embriaguês. Consentem-se a droga do álcool nas festas então não se podem responsabilizar os jovens pelos seus delitos e sim, a casa que promove o Reality Show. Como droga permitida na sociedade não deveria entrar naquela casa, pois estão fazendo apologia ao consumo das bebidas, das marcas e dos patrocinadores que financiam esse evento.

O que é que se espera de um programa onde há várias mulheres e homens juntos com máxima intimidade, inclusive dormindo junto, se beijando etc. ninguém é de ferro. Foi o que aconteceu com o Daniel Echaniz e a Monique Amin, esse reality está se tornando um bordel. Só faltava o que aconteceu agora um incesto ou uma bolinação não consentido.

O que os patrocinadores e diretores queriam era um escândalo para haver sensacionalismo publicitário para dar IBOPE e dinheiro, puro golpe de marketing. O tiro saiu pela culatra.

A vítima foi Monique e o réu babaca que fez besteira e está sendo apedrejado pela mídia em geral, foi o Daniel, que foi expulso por justa causa, quando a responsabilidade é da competência da diretoria da casa por quaisquer atos delituosos que aconteçam entre os participantes. A casa tem câmaras em toda parte e poderia ter impedido o acontecido retirando do quarto o Daniel por estar inconveniente com as regras do Reality Show.












Por: Ernani Serra
Pensamento: Criamos a época da velocidade, mas nos sentimos enclausurados dentro dela. Nossos conhecimentos fizeram-nos céticos; nossa inteligência empedernida e crueis. Pensamos em demasia e sentimos bem pouco.
Charles Chaplin