Leitores Online

24 de fev de 2012

Multinacionais


Multinacionais, também conhecidas como transnacionais, são empresas que possuem matriz num país e possuem atuação em diversos países. Geralmente são grandes empresas que instalam filiais em outros países em busca de mercado consumidor, energia, matériaprima e mão de obra baratas. Grande parte dos lucros obtidos é enviada para a matriz.

Juscelino Kubitschek no seu governo foi o pioneiro na entrada de empresas multinacionais para o Brasil.

Essas empresas se instalaram no Brasil através de muitas regalias, inclusive de explorar o mercado nacional com isenções por dez anos dos impostos.

Explora a matéria prima, a mão de obra nacional, ainda leva os lucros para a matriz e em troca, só dá empregos e salários razoavelmente baixos.

Com o passar do tempo essas multinacionais se aparelham de maquinarias sofisticadas de última geração, robotizadas, e diminui o quadro operacional dos operários.

Com o tempo essas multinacionais se tornam poderosas, começam a manipular os políticos e a economia do país, inclusive impedindo que empresas nacionais que estão se tornando prósperas possam competir com essas estrangeiras, que por sua vez, procuram comprar, e as deixam com os nomes de fantasia nacionais e se tornam propriedades estrangeiras.

É assim, que as multinacionais se tornam poderosas com a expansão do mercado. Antigamente, essas multinacionais quando se achava incomodadas com a concorrência de alguma empresa nacional, compravam e depois destruíam, excluindo do mercado a empresa que as ameaçavam na praça.

E assim, essas empresas estrangeiras que muitos brasileiros estão elogiando por estar dando empregos, estão tomando os espaços, sufocando as empresas nacionais e monopolizando todo o mercado nacional através de empresas de um só país estrangeiro, ao ponto de se tornarem um perigo para a Segurança Nacional.

Nessa intervenção econômica e financeira, o Brasil está se tornando uma marionete aos interesses estrangeiros que estão levando as nossas riquezas, estão monopolizando e manipulando o nosso mercado, impedindo que o Brasil cresça através das empresas nacionais que são compradas e se tornam estrangeiras nacionalizadas.

Toda essa estratégia de mercado é para evitar que a nação de mercado se torne mais poderosa que as multinacionais e percam a hegemonia do poder político e econômico para as nacionais.

Ai daquela empresa que se oponha a vender o seu comércio às multinacionais.

O Brasil está sob intervenção econômica e financeira estrangeira.

Isso é: escravidão econômica, social e política de um povo, com intuito de interferir na governabilidade do Brasil.


 








Por: Ernani Serra
Pensamento: Se tivessem acreditado na minha brincadeira de dizer verdades, teria ouvido verdades que teimo em dizer brincando, falei muitas vezes como um palhaço, mas jamais duvidei da sinceridade da platéia que sorria.
Charles Chaplin