Leitores Online

11 de fev de 2012

O Lixão Marítimo


O ser humano é um animal racional, irresponsável e preguiçoso, que pouco usa esse raciocínio com relação à limpeza do meio ambiente.

O homem está sujando e destruindo o planeta como se tivesse outro para morar; nós somos por enquanto, os únicos seres interplanetários de todas as galáxias cósmicas.

O homem onde bota a mão, tudo se transforma em dejetos, o ser humano quando vê uma praia ou um campo virgem fica extasiado com tamanha beleza natural, mas, quando se muda para aquele cenário majestoso só causa destruição e transforma um paraíso em um verdadeiro inferno de poluição.

O homem não tem coragem e nem capacidade de trabalhar na conservação da Natureza, faz sempre o que é mais cômodo para sua indolência, sujar tudo.

O homem está destruindo rios, lagos... Porque acham que as fontes de água do subsolo serão eternas para o seu consumo, nada é eterna neste planeta, a beleza de tudo seria que o homem se conscientizasse do mal que está fazendo à natureza, a si próprio, e agisse com mais humanidade, isto é, se esse ser humano ainda tem um pouco de humanidade e de dignidade.

O homem está com medo do fim do mundo, não devia ter, pois foi esse animal racional que articulou e armou armadilhas para ele mesmo se autodestruir.

O homem tem olhos mais continua cego, não vê nada ao seu redor, só vê o que está no egocentrismo egoístico.

O ser humano não é fraterno como muitos pensam, são simplesmente individualistas e oportunistas, é o animal mais perigoso e maquiavélico do planeta.

Só faz alguma coisa à sociedade visando alguma coisa lucrativa no futuro. É a lei da usura.

Nenhum governo se interessou em despoluir os rios, lagos, canais, mares e oceanos, ao contrário cada dia as águas estão mais poluídas, também não falam em construir saneamento básico, é mais fácil e lucrativo jogar os dejetos e lixos, nos rios, lagos, canais e mares.

O homem só está pensando no momento em roubar e colocar as suas riquezas nos cofres dos bancos internacionais como se isso pudesse salvar das catástrofes e da morte.

Se todo esse dinheiro fosse aplicado em salvar o planeta Terra, talvez a humanidade tivesse a oportunidade de viver por mais décadas ou centenas de anos num verdadeiro paraíso ecológico.

O homem por mais que se ache culto e educado, ainda está no primeiro grau da ignorância social e cósmica, ainda é um animal bárbaro e antissocial.

Quanto à poluição dos mares não vou falar, porque o vídeo que está postado abaixo, diz tudo sobre a insanidade do homem.












Por: Ernani Serra
Pensamento: Para os pobres, é dura Lex, sed Lex. A lei é dura, mas é a lei. Para os ricos, é dura Lex, sed látex. A lei é dura, mas estica.
Fernando Sabino