Leitores Online

16 de jun de 2012

Dia Fatal


No dia 19/05/2012, Marcos Kitano Matsunaga, foi visto pela câmara do elevador pela última vez quando entrou no prédio com a mulher e a filha. As câmaras do elevador também mostraram quando ele foi comprar pizza já estava irritado, dava chutes no elevador, e quando já tinha comprado a pizza.

As câmaras do elevador do edifício mostraram Elise saindo do elevador, levando três malas com rodinhas, mostra também, a volta dela, 12 horas depois, sem as malas.

O corpo do empresário da Yoki, Marcos Kitano Matsunaga, de 42 anos, foi esquartejado no seu apartamento pela esposa Elise Araújo Kitano Matsunaga, de 30 anos, autora confessa do assassinato e esquartejamento do marido. De acordo com o laudo cadavérico do IML, os peritos afirmaram que o empresário foi decapitado ainda quando estava agonizando (com vida).

Supõe-se que Elise matou o marido por ciúmes após ter descoberto uma traição que foi documentada por um detetive contratado pela ré; outra suposição, que o crime tenha sido motivado por interesse financeiro, já que, Elisa e a filha de um ano de idade teriam direito a receber R$ 600 mil de uma Apólice de Seguro em caso de morte do empresário, sem falar na herança por morte no valor de R$218 milhões dos bens do mesmo.

De acordo com os peritos, Elise atirou na cabeça do marido, em seguida arrastou o corpo para o banheiro da empregada para decapitar, esquartejar e colocou os pedaços em sacos plásticos e depois dividiu nas três malas, tudo indica que foi um crime premeditado e hediondo, já que Elise é uma mulher fria sem nenhum sentimento e nem remorso, talvez uma psicopata.

A polícia encontrou no apartamento sacos plásticos iguais aos que foram encontrados com os restos mortais do empresário distribuídos em vias públicas.

Depois desse bárbaro crime Elise voltou para o apartamento fez a limpeza como se nada tivesse acontecido, Elise é bonitinha mais ordinária e monstruosinha.

Elise se formou em Direito e em Enfermagem e como não tinha aptidões para esses ramos, optou pela prostituição de luxo, onde encontrou o empresário que se apaixonou por ela e tirou daquela vida que tanto gostava.

Tudo indica que Elise deu o golpe da barriga para conquistar a fortuna do marido. Ela conviveu com o empresário por dois anos, numa união estável mais com muitas brigas.

No dia do assassinato teria havido uma briga do casal que acabou em tragédia. Tudo indica que a criança vai ficar sob a guarda da avó paterna depois que fizerem o teste do DNA.










Por: Ernani Serra
Pensamento: Quem não tem Deus no coração e na mente, não é humano, é uma aberração.
Ernani Serra