Leitores Online

26 de jun de 2012

Luz e Trevas


Essas vibrações cósmicas refletidas em tudo e em todos são fenômenos da luz que é a combinação de todas as vibrações de cores, enquanto a ausência de luz é a vibração que não contém cores.

Ambas dependem uma da outra, sem trevas não há luz e sem luz, só há trevas, este é o enigma cósmico divino. As trevas são polos negativos e a luz é a positiva.

Para se viver bem tem que haver um equilíbrio entre esses dois polos. Todo desequilíbrio na natureza é negativo e prejudicial e às vezes benéfico, dependem muito dos desígnios do Grande Arquiteto do Universo.

Temos como exemplo do mal o envio do Cavaleiro das Trevas, Adolf Hitler, que cobriu a Terra com o manto das trevas e até hoje, essa poluição vem se alastrando dia após dia, e a luz está se extinguindo a cada dia.

A semente do mal caiu em terra fértil e está se alastrando em todos os países. A Terra está ficando as escuras com o manto das trevas e a humanidade corre um grande perigo de vida.

Precisamos da chegada do Cavaleiro da Luz para por equilíbrio nessa nebulosidade negra, porque as trevas são a destruição e a luz a construção.

O divino é quando as trevas entram em conflito com a luz e gera um equilíbrio entre a coragem e o medo, mesmo com esse equilíbrio bélico, há sempre o perigo do monstro das trevas de se transfigurar em outros perigos menores mais de grande destruição, é preciso neutralizar as forças das trevas.









Por: Ernani Serra
Pensamento: O que somos hoje é o que seremos amanhã depende de nossos pensamentos. Se procedo mal, sofro as conseqüências; se procedo bem, eu mesmo me purifico.
Sakyamuni