Leitores Online

21 de jul de 2012

Níveis Alarmantes - Degelo Polar


O degelo do Polo Norte se intensificou na última década – cientistas de todo o mundo repercutiram, nesta (quinta-feira, 19/07/2012), o deslocamento do iceberg gigante de uma geleira na Groenlândia.

Verão no Hemisfério Norte, esta é a estação do ano que mostra, com mais clareza, os níveis de aquecimento global. As calotas polares do Ártico derretem a um ritmo até agora nunca verificado na história humana e um consenso começa a se formar na comunidade científica: é apenas uma questão de tempo até todo o gelo da região derreter.

Segundo o projeto Catlin Arctic Survey, liderado pelo explorador polar Pen Hadow, que analisou o comportamento do gelo ártico por três meses, falta apenas uma década para o Polo Norte se tornar um grande oceano aberto. Mas segundo os cientistas da NASA, a previsão é ainda mais desanimadora: o gelo das calotas pode derreter totalmente no verão deste ano. Um cenário que se imaginava improvável há alguns anos, mas que cada vez se torna mais real, à medida que os impactos do desenvolvimento insustentável da humanidade vão acabando com a pouca reserva de gelo ainda existente.

O oceano Ártico desempenha uma posição central no sistema climático da Terra – alerta Martin Sommerkorn, da Word Wilde Foundation (WWF).

Um recado para quem ainda não percebeu que o planeta inteiro está conectado, e o que acontece numa região exercem influências direta sobre as outras. E completa:

- Esse processo poderá causar inundações que afetarão um quarto da população mundial, aumentando de forma substancial as emissões de gases estufa (que costumam ser aprisionados pelo gelo) - e provocar mudanças climáticas extremas.

GÁS METANO

O degelo das calotas polares toma proporções mais do que alarmantes. Uma das principais preocupações dos ambientalistas é o gás metano, cerca de 20 vezes mais potente que o dióxido de carbono.

Cientistas chegaram à conclusão de que as geleiras servem como um super depósito do gás, e conforme elas vão desaparecendo, mais acelerado se torna o processo de aquecimento global. A liberação de metano é tão grande que o gás mal se mistura com a água, e, depois de formar bolhas na superfície, é liberado quase que instantaneamente para atmosfera.

Estudos realizados na região indicam que a temperatura está subindo, e já acumula um acréscimo de 4º C nos últimos anos.

Outra preocupação dos ambientalistas é o derretimento das geleiras da Antártica.

Uma alteração nas calotas polares, de forma irreversível, elevaria os níveis dos oceanos mais rápido do que o previsto. O derretimento das geleiras da Antártica e da Groenlândia juntas tendem a desestabilização de outras massas glaciares de grande importância, acelerando um processo generalizado de desintegração.

Peter Clark, glaciologista da Universidade de Oregon, dá uma ideia do que vai acontecer, caso a velocidade do aquecimento global permaneça nos atuais níveis. Segundo o especialista, o degelo pode fazer o nível dos oceanos subir muito mais e mais rapidamente do que mostram as projeções anteriores.

Degelo que é atribuído principalmente ao efeito estufa, fenômeno que causa o aquecimento excessivo de gás carbônico (CO²) e gás metano (CH4) na atmosfera e impedem que o calor provocado pelo Sol deixe a atmosfera do planeta, permanecendo na atmosfera como uma estufa. Fonte: Correio do Brasil.

Comentário:

As autoridades das grandes potências mundiais em vez de estarem se preocupando com o meio ambiente, e tentando salvar o planeta e a própria humanidade, estão investindo em armas bélicas, em foguetes interplanetários e outras baboseiras que não vão levar a nada, só estão jogando dinheiro no lixo, no bolso dos cientistas da NASA e das indústrias bélicas que só levam a destruição da humanidade de maneira mais rápida.

Por que não empregam essas verbas bilionárias no meio ambiente?

Nenhuma autoridade mundial está interessada em diminuir a poluição. As indústrias estão sem filtros antipoluentes, os rios e mares estão sujos, verdadeiros lixões, a população mundial está sem saneamento básico, os quatro elementos da Terra estão poluídos e pedindo socorro ao homem, e ele, indiferentes a esses apelos, deixam o planeta a cada dia ficar sem vidas na natureza.

As autoridades estão vendo o desmatamento e as queimadas criminosas nas florestas e lavam as mãos como Pilatos.

A explosão demográfica mundial está a cada dia, sufocando a si mesma, e ninguém faz nada para controlar essa epidemia. Por causa dessa superpopulação, estão sacrificando e exterminando os animais e vegetações silvestres e provocando a desertificação hostil no meio ambiente.

Os Polos Norte e Sul estão dando o alarme de Perigo Mundial, as autoridades mundiais não fazem nada, estão esperando o pior, o homem vai perder o direito de respirar e viver neste planeta pelo aquecimento global.

A matéria e o capital estão em primeiro plano e em segundo, estão às vidas, (desta humanidade), a mercê das autoridades políticas mundiais.

Devemos dar prioridade às vidas num ambiente seguro e confortável.

Por: Ernani Serra
Pensamento: Por falta de um grito se perde uma boiada. Para atravessar um rio com piranhas se sacrifica um boi e salva uma boiada.
Dito Popular