Leitores Online

27 de ago de 2012

A Perfeição na Criação Divina



A cada dia fico mais intrigado com os mistérios da vida, e ao mesmo tempo, extasiado, pelo espetáculo fascinante, como a máquina maravilhosa do corpo humano e dos seres vivos.

Veja a perfeição do Universo quando criou o ser humano, fez cada ser, uns seres únicos, não existem iguais, as digitais, o globo ocular, a pele, os rostos, tudo no corpo do ser vivo parece um caleidoscópio.

Quão maravilhoso é o olho humano, onde só há células e através delas, o homem vê tudo que se passa ao seu redor, maravilha da natureza, como se existisse uma alma, invisível, em forma de energia cósmica vivendo em uníssono com a matéria viva, em que, uma está dependendo da outra como se fossem almas gêmeas. É a matéria que está vivendo com o auxílio dessa energia que lhes dá prazer, alegria, felicidade etc. ao penetrar em cores e movimentos essas vibrações externas pela retina.

O cérebro é uma massa encefálica cinzenta que recebe as imagens vindas dos olhos e são transformadas essas vibrações em reações pelo sistema elétrico nervoso, uma pequena massa maravilhosa que tem o poder de guardar infinitas informações como se fosse um super computador e ainda existem pessoas que são materialistas. Se o homem fosse somente matéria seria uma matéria morta e não existia.

Imagine, entre no corpo vivo e veja, o quanto é maravilhoso, todas as funções internas trabalham involuntariamente, como se algo divino estivesse operando essa máquina dentro de nós mesmos, e sem o nosso conhecimento consciente, ficando tudo gravado no cérebro do inconsciente.

Que maravilha é o tato, a audição, o olfato, a visão e o paladar, verdadeiros milagres de uma herança deixada por Deus; e o nosso habitat! Um verdadeiro paraíso. Deus deve estar muito triste com o homem, por ele não respeitar a si próprio e nem a natureza.

Olhem os campos, o céu, o vento, o ar, a água, tudo dado ao homem para que ele vivesse em harmonia consigo, com o próximo e com a natureza divina.

Infelizmente, a maioria ou quase todo mundo não dá valor a essa máquina humana, tão linda e maravilhosa, e nem tão pouco, dá valor a toda vibração externa que envolve a criatura em forma de natureza, habitat onde vivemos no planeta Terra.

Se meditarmos, o quanto somos ricos por ter todos esses tesouros, seríamos sempre felizes e agradecidos ao Criador desse mundo maravilhoso.

Estamos desprezando as coisas naturais de Deus para dar valor às coisas materiais dos homens. Estamos transformando o planeta em lixo e ao mesmo tempo nos tornando um ser desprezível como o próprio lixo. Se dermos valor ao ser que somos, nos tornamos divinos como a própria vida é.

Por: Ernani Serra
Pensamento: Deus está nas coincidências.
Nelson Rodrigues