Leitores Online

30 de ago de 2012

Crise Mundial 2



Essa crise mundial foi criada por investimentos mal administrados pelo governo e por privatizações corruptas que não deram certo, incluindo a rede bancária que foi a principal responsável por esta crise de má gestão.

Tudo indica que houve uma má administração governamental por não fiscalizar os seus investimentos, ou da rede bancária para extorquir dinheiro do governo que injeta capital para impedir as falências bancárias em suas más gestões.

A recessão é um artifício do capitalismo para impedir a expansão econômica e financeira, para deter o mercado competitivo que ameaça as grandes empresas que imperam a muitos anos na praça.

Essa recessão mundial é boa para a economia capitalista que dá um freio no progresso e retarda o crescimento por anos e sob o controle das grandes potências; é ruim para o povo, para o país endividado, para as pequenas e médias empresas que não aguentam o arrocho financeiro e econômico, e pedem concordatas e abrem falências.

Tanto a diminuição da atividade econômica (recessão) como o aumento excessivo (inflação), são expansões negativas econômicas e financeiras que têm que estar em equilíbrio no fiel da balança. Os equilíbrios de ambas são um termômetro que tem limites para mais ou para menos, são usados para deter o aclive (inflação) ou o declive (recessão) exagerado do quadro estatístico da economia de um país por um tempo pré-determinado. Tudo neste mundo tem que estar em equilíbrio senão vai haver perdas e sofrimento de um lado, e do outro lado, ganhos exagerados da agiotagem.

Só vão buscar o equilíbrio e o fim da recessão ou da inflação quando houver o perigo de guerra civil. O mundo vive numa eterna gangorra.

A crise mundial vem beneficiar e dar lucros aos grandes bancos mundiais com empréstimos aos países deficitários. Essa crise é premeditada, para dar a moeda estagnada nos cofres das grandes potências do primeiro mundo, uma movimentação no capital de giro, com lucratividade à rede bancária.

Os países que se endividaram pela corrupção estatal com gastos acima do seu poder aquisitivo, e deixando esses países submetidos a uma recessão cruel com retenção de gastos e despesas, sufocando e levando o povo a miséria social por tempo indeterminado, até que se encontre uma saída racional e equilibrada no sistema econômico e financeiro mundial.

Por: Ernani Serra
Pensamento: Eu me nego a acreditar que um político, mesmo o mais doce político, tenha senso moral.
Nelson Rodrigues