Leitores Online

13 de jan de 2013

Sansão e Dalila


Sansão, de acordo com a sua descrição na Bíblia Hebraica, foi um homem nazireu, filho de Manoá, nascido de mãe estéril (Juízes 13:2 e que liderou os israelitas contra os filisteus. Ele era da tribo de Dã e foi o décimo terceiro juiz de Israel, sucedendo a Abdon. A Bíblia relata que Sansão foi juiz do povo de Israel por vinte anos (Juízes 16:31), aproximadamente de 1177 a.C. a 1157 a.C., sendo o sucessor de Abdon e o antecessor de Eli.

Distinguia-se por ser portador de uma força sobre-humana que, segundo a Bíblia, era-lhe fornecida pelo Espírito do Senhor enquanto se mantivesse obediente ao Senhor dos Exércitos. Subjugava facilmente seus inimigos e produzia feitos inalcançáveis por homens comuns, como rasgar um leão novo ao meio, enfrentar um exército inteiro e matar uma multidão de filisteus (depois de descobrir que foi enganado) para pegar suas roupas, pagando uma aposta. (Juízes 14:6; 15:14; 16:23).

De acordo com o texto bíblico, Sansão apaixonou-se por Dalila, uma mulher do povo filisteu, a qual o traiu entregando-o aos chefes de sua nação, depois de saber sobre os seus cabelos, os quais eram a fonte de sua força sobre-humana. Após ser cegado pelos filisteus, Sansão passou à condição de escravo. 

Sansão morreu sacrificando-se para se vingar de seus inimigos, após ter clamado a Deus pela restituição de sua força para um último e definitivo ato.

Sua história inspirou o filme Sansão e Dalila de Cecil B. DeMille, feito em 1949. Fonte: Wikipédia.

     Resumo do filme:

Na aldeia de Zorah, na terra de Dã por 40 anos os filisteus escravizaram os israelitas que tinham o desejo de liberdade e foi através de Sansão que essa chama ardia no peito do povo de Israel.

Sansão foi amado por Miriam uma camponesa israelita, mas Sansão não sentia o mesmo amor, considerava como uma amiga ou irmã, ele amou uma filisteia chamada Semadar que tinha uma irmã chamada Dalila. 

Semadar estava sendo cortejado por Ahtur um soldado filisteu e Sansão estava amando e queria se casar com Semadar. 

Dalila se interessou por Sansão e o levou a caça do leão, Sansão matou o leão com suas próprias mãos.

Quando o rei filisteu perguntou a Sansão o que ele queria, ele pediu em casamento Semadar. Dalila se sentindo rejeitada e ferida no seu ego feminino começou a articular planos sinistros para destruir o casamento da irmã.

Na cerimônia para o casamento a casa estava cheia de filisteus amigos do pai de Semadar. Foi feita uma aposta, se Sansão ganhasse recebia de todos os convidados vestes e se perdesse daria a todos as vestes.

Sansão propôs um enigma: “Do comedor veio à comida. Do forte veio a doçura”

Ahtur que era convidado, ameaçou destruir a casa e matar Sansão se Semadar não contasse o enigma, pressionada conseguiu o segredo e, Sansão perdeu a aposta. Sansão roubou as vestes e deu a todos da casa com muito ira, pela traição de Semadar e quando procurou sua noiva já estava casada com Ahtur na mesma cerimônia que deveria ser o casamento de Sansão, o pai de Semadar tentou apaziguar o coração de Sansão propondo um casamento com Dalila que não aceitou. Houve uma grande briga e Semadar foi ferida por uma lança filisteia e faleceu. Sansão matou quase todos e destruiu toda a casa. 

Dalila passou para o lado dos filisteus e propôs entregar Sansão por uma fortuna considerável. 

Articulou uma caravana nas montanhas onde provavelmente Sansão estava escondido e instalou sua tenda. Sansão foi à tenda para roubar a caravana de Dalila e lá foi traído por Dalila que conseguiu o segredo da força de Sansão e cortou seus cabelos.

Ao entregar Sansão ao Ahtur pediu que nenhuma lâmina tocasse em sua pele e nem uma gota de sangue fosse jorrado. Ahtur cegou Sansão com uma espada em brasa próximo aos olhos e cumpriu com a palavra. 

Depois de humilhar Sansão na roda do moinho e cheia de remorso por ter visto Sansão cego, tentou persuadi-lo a fugir com ela quando a sua força voltou na cela. Sansão quando sentiu que sua força tinha voltado pediu para colocá-lo entre os dois pilares no templo e destruiu todos os que estavam lá, desmoronando o templo.
 
     Comentário
Dalila representou a mulher perigosa quando se sente rejeitada e com o seu ego da vaidade feminina ferida, se tornou uma víbora venenosa. 

O seu veneno foi a traição e a vingança por um amor frustrado, seu ódio estava tão enraizado na alma que mesmo quando Sansão realmente começou a amá-la, ela não perdoou e entregou aos filisteus.

ENIGMA:
Do comedor veio a comida. Do forte veio a doçura.
Do corpo do leão morto as abelhas fizeram uma colméia e fabricaram os favos de mel.
Enigma Resolvido:
O que é mais doce que o mel. O que é mais forte que o leão.







Por: Ernani Serra 
Pensamento: Pois bem, é hora de ir; eu para morrer, e vós para viver. Quem de nós irá para o melhor, é obscuro a todos, menos a Deus.
Sócrates