Leitores Online

15 de fev de 2013

Papa Bento XVI


Joseph Ratzinger nasceu no dia 16 de abril de 1927 em Marktl am Inn, uma pequena vila na Raviera às margens do rio Inn na Alemanha, filho de Joseph, um comissário de polícia do Reich, um oficial da polícia rural oriundo da Baixa Baviera e adepto de uma corrente bávaro-austríaca de orientação católica. Seu pai era de religiosidade profunda e um decidido adversário do regime nacional-socialista, as suas ideias políticas firmes chegaram a trazer sérios perigos para a própria família. Em 1941, um dos primos de Ratzinger, um menino de catorze anos de idade com Síndrome de Down, foi morto pelo regime Nazi em sua campanha eugênica.

A mãe de Joseph Ratzinger, Sra. Maria Ratzinger, era de procedência tirolesa e, portanto, austríaca. Conhecida por ser boa cozinheira, trabalhou em pequenos hotéis; faleceu em 1963. O casamento ocorreu em 1920, os filhos Maria e Georg nasceram em 1921 e 1924, Joseph nascera num Sábado de Aleluia e fora batizado no dia seguinte, domingo de Páscoa. 

A família não era pobre no sentido literal do termo, mas os pais tiveram de fazer muitas renúncias para que os filhos pudessem estudar.   Em 1928 a família mudou-se para Tittmoning, na época um lugarejo de cindo mil habitantes, às margens do rio Salzach na fronteira austríaca.   Em 1932 a família mudara-se novamente, agora para Aschau, de novo às margens do Inn, um povoado próspero já que em Tittmoning Ratzinger-pai havia se mostrado demasiado contrário aos nazistas.   Aqueles assumiram o poder em 30 de janeiro de 1933 quando Hindenburg nomeou Hitler chanceler, nos quatro anos em que a família Ratzinger passou em Aschau o novo regime limitou-se a espionar e a ter sob controle os sacerdotes que se lhe mostravam hostis, Ratzinger-pai não só não colaborou com o regime como ajudou e protegeu os sacerdotes que sabia estarem em perigo. Já em 1931 os bispos da Baviera haviam publicado uma instrução dirigida ao clero em que manifestavam a sua oposição às ideias nazista. A oposição entre a Igreja e o Reich estendia-se ao âmbito escolar: os bispos empreenderam uma dura luta em defesa da escola confessional católica e pela observância da Concordata. 

Ratzinger foi nomeado Arcebispo de Munique e Freising em 25 de março de 1977, pelo Papa Paulo VI, e elevado a Cardeal no consistório de 27 de junho de 1977 com o título presbiteral de “Santa Maria Consoladora em Tiburtino”.

Era um velho amigo de João Paulo II, compartilhava das posições ortodoxas do Papa e foi um dos mais influentes integrantes da Cúria Romana.

Aos 78 anos, o Cardeal Joseph Ratzinger foi eleito papa pelo colégio de cardeais. O conclave findo em 19 de abril de 2005 foi um dos mais rápidos da história, tendo apenas quatro votações e duração de apenas 22 horas. No dia 24 de abril do mesmo ano tomou posse em cerimônia na Basílica de São Pedro em Roma.

A fumaça branca saiu da chaminé da Capela Sistina ás 17:50 horas daquele 19 de abril. O nome do cardeal alemão foi anunciado cerca das 18:40 horas locais, da varanda da Basílica de São Pedro, onde o novo Papa surgiu minutos depois usando o solidéu branco, aclamado por milhares de pessoas que preenchiam a Praça de São Pedro, o coração do Vaticano. Fonte: Wikipédia. (Mais detalhes vá ao site do Wikipédia).

     Comentário
Joseph Ratzinger depois de quase oito anos de pontificado surpreendeu o mundo com sua renúncia em 11 de fevereiro de 2013, um porta-voz da Santa Sé anunciou que o Papa Bento XVI renunciaria ao Pontificado em 28 de fevereiro. Alegou o Papa que estava debilitado físico como do espírito para continuar exercer suas funções como Papa.   No último discurso disse que havia intrigas e hipocrisia. 

O Vaticano como Estado é um centro religioso onde existe muita intriga política principalmente de poder. O Vaticano não é um paraíso como também não é um inferno, é um governo religioso governado por homens e como homens não são perfeitos e existe o Abel e todas as imperfeições do homem.

O Papa anterior ao de Bento estava mais debilitado do que ele e não renunciou ficou até a morte.

Houve sim, talvez, uma politicagem interna entre os poderosos da Igreja e por algum motivo o forçou a renunciar.





Por: Ernani Serra
Pensamento: A primeira qualidade do estilo é a clareza.
Aristóteles