Leitores Online

8 de mar de 2013

A Onu endurece e aplica Sanções


O Conselho de Segurança das Nações Unidas decidiu hoje (07/03/2013) endurecer o regime de sanções à Coreia do Norte, impondo novas restrições a nível financeiro, em reação ao último ensaio nuclear do regime comunista.

Em resolução adotada unanimemente pelos seus 15 países-membros, o Conselho de Segurança define como objetivo cortar as fontes de financiamento utilizadas por Pyongyang para desenvolver os seus programas militares e balísticos.

As sanções preveem ainda colocar sob vigilância os diplomatas norte-coreanos e alarga uma lista negra de empresas e particulares submetida a congelamento de bens ou interdição de viagens.
Essas novas sanções contra a Coreia do Norte, foi em resposta ao teste nuclear realizado pelo país no mês passado.

A resolução atinge diplomatas norte-coreanos, transferências de dinheiro e acesso a bens de luxo. As sanções também incluem congelamento de ativos e proibição de viagens internacionais envolvendo três indivíduos e duas companhias ligados ás Forças Armadas norte-coreanas.

Mais cedo, dirigentes da Coreia do Norte, ameaçaram realizar um ataque nuclear preventivo contra os Estados Unidos. Nesta semana, também ameaçou romper o armistício de 60 anos assinado desde o fim da guerra contra a Coreia do Sul (1950-1953).

Em pronunciamento feito após a votação, a embaixadora dos Estados Unidos para as Nações Unidas, Susan Rice, afirmou que as sanções adicionais “restringiriam” a capacidade da Coreia do Norte de desenvolver seu programa nuclear. Fonte: Sites da Internet.

     Comentário
Estas sanções e pressões ao regime comunista da Coreia do Norte só vai piorar a situação naquela região, pondo em risco uma guerra nuclear. Estão cutucando a fera com vara curta. A fera quando se encontra acuada fica ainda mais perigosa. 

A ONU e os Estados Unidos estão fazendo um cerco estratégico muito perigoso contra a Coreia do Norte, estão pensando que os norte-coreanos vão ceder as essas exigências. A Coreia do Norte já tem a bomba atômica em mãos e não vai se desfazer dessa tecnologia nuclear. 

A Marinha norteamericana e da Coreia do Sul vão abordar e fiscalizar todos os barcos norte-coreanos impedindo de entrar com material proibido. Vão bloquear contas bancárias e vão pressionar as empresas que faziam comércio, vão impedir viagens internacionais. Todo esse cerco vai deixar o país norte-coreano numa situação de desespero e fome, isso é muito perigoso, quando os dirigentes norte-coreanos se virem frente a frente com a morte dentro do país, então vão recorrer a um ataque suicida, vão preferir morrer lutando do que morrer acuado, é aí, que vão usar as bombas atômicas como o último recurso entre a vida e a morte.

O povo asiático é muito determinado quando entra numa luta, temos como exemplo, o Japão na II Guerra Mundial que só se rendeu quando os Estados Unidos lançou duas bombas atômicas: em Nagasaki e em Hiroshima.

O certo seria uma aliança pacífica entre os Estados Unidos e a Coreia do Norte, sem inimigo suas armas nucleares nada valeriam e se tornariam inócuas. Os Estados Unidos não fez uma aliança com a China Comunista? Por que não poderá fazer com a Coreia do Norte?  O que está impedindo? A China também tem armas nucleares e nem por isso a ONU ou os Estados Unidos fizeram pressões e sanções contra ela, ao contrário, fizeram uma aliança comercial que está enriquecendo e tornando a China mais poderosa do mundo.

Essas sanções a Coreia do Norte pôs uma espada nas cabeças dos sul-coreanos, japoneses e estadunidenses. Não é por aí que vão conseguir fazer as pazes com os norte-coreanos, estão sim, instigando ainda mais a ira dos norte-coreanos que vão se preparar para uma guerra de ataque e defesa.

A ONU e os EUA vão ter que se responsabilizar perante a humanidade por quaisquer atos que envolvam uma guerra nuclear naquela região. O diálogo é a melhor receita, é através do diálogo que se encontra a paz. A violência gera violência, quanto maior a pressão maior a resistência, é uma lei natural e científica.

A ONU e os EUA estão subestimando o inimigo. Todo cuidado é pouco.





Por: Ernani Serra
Pensamento: Vale mais a clemência do que a justiça.
Luc de Clapiers Vauvenargues