Leitores Online

1 de jun de 2013

Deitado em Berço Esplêndido


Outrora o Exército Brasileiro era autônomo, tinha livre arbítrio e defendia o povo com unhas e dentes, isso ocorreu no tempo dos meus pais e avós, já faz muito tempo. Esse Exército saía nas ruas com suas armas e defendia os interesses da população civil.

Ao passar dos tempos esse mesmo Exército foi ficando acomodado e deixou a população a mercê de sua própria sorte.

Hoje, esse Exército não sai das casernas, são prisioneiros dos altos comandos civis, só fazem o que os governantes querem e os governantes por sua vez obedecem às regras internacionais dos Estados Unidos.

Quando o Exército fez a revolução dos anos 60 pensei que iria haver uma democracia nacionalista, mas, logo vi que não era de centro e sim da direita capitalista norte-americana para destruir as células comunistas, ao passar do tempo, não havendo mais perigo para os interesses internacionais então mandaram o Exército se retirar do poder, mas até hoje não entendi porque o Exército lutou contra os comunistas e deixou que os comunistas tomassem o poder de governança do país, parece que, quem se dizia comunista não passavam de lobos em peles de ovelhas, e aí estão jogando as cartas na mesa dos capitalistas, não passaram de rótulos em bebidas falsas.

O povo está sendo esmagado por essa falsa democracia e o Exército que tem todo o poder em suas mãos armadas, nada fazem para salvar o povo dessa opressão “democrática”.

O Exército está esperando uma ordem que não vem dos civis no poder, e nem tem a iniciativa de pressionar as autoridades para tomarem decisões de interesses sociais, porque estão acomodados e não veem, não ouvem e nem falam. 

Nas casernas o Exército ensina aos recrutas e nas academias militares aprendem a amar a pátria com honra e são extremamente nacionalistas, mas na prática ficam de braços cruzados e se esquecem dos mandamentos militares. 

Não sou a favor de ditaduras, mas no momento o Brasil precisa de um regime forte nacionalista para colocar o trem nos trilhos, ninguém aguenta mais tantas corrupções, violências, prostituições, drogas, analfabetismo com diploma, saúde pedindo socorro, serviços auxiliares precários a mercê dos bandidos, falta de saneamento básico, etc.  

Onde está o civismo das Forças Armadas?      Estão tão camuflados em seus postos que dá a impressão que não existem essas Armas.

Quem vão nos salvar dessa Sodoma e Gomorra e desse inferno de Dante? Será que as Forças Armadas ficaram deficientes dos três sentidos? 

Infelizmente, o povo está sentindo no seu EU psicossomático, essas torturas sociais e não aparece ninguém para salvar essa nação agonizante.



Por: Ernani Serra
Pensamento: É preciso dizer a verdade apenas a quem está disposto a ouvi-la.
Sêneca