Leitores Online

26 de jun de 2013

Grilhões ao Emergente Brasil


Não se iludam com o falso desenvolvimento econômico e político do Brasil, o país está regredindo em todos os sentidos, por trás, existe uma teia política norte-americana que está monitorando todos os passos dessa política brasileira. 

Os EUA não querem que o Brasil se torne uma potência nuclear e muito menos uma potência econômica e financeira, porque sabem, se o Brasil se desenvolver poderá fazer concorrência com o primeiro mundo capitalista, pois, é um país muito rico e pode superar a hegemonia dos EUA. Não é de agora que os EUA vêm manipulando a política do Brasil, o país vem através dos tempos se comportando como um vassalo obediente.

Já foi feita a invasão econômica para garantir o poder dos EUA sobre o Brasil e consequentemente essas multinacionais vem fazendo pressão a todos os governantes e autoridades subservientes ao Tio Sam.

O Brasil estava com uma reserva em dólares quase equivalente a um trilhão de dólares que poderia ser investido na educação, na saúde, e também teria terminado todas as obras que estão paradas se deteriorando, e muitas outras aplicações que dariam um desenvolvimento ao país, mas o que fez o Ministro Mantega, aplicou na Bolsa de Valores bilhões de dólares que sumiu na areia movediça ou no buraco negro fazendo os dólares desaparecerem como mágica na Bolsa de Valores, isso quer dizer que o dedo do Tio Sam estava nessas aplicações criminosas e antinacionais. 

Todas essas obras que estão paradas não vai haver continuidade é uma estratégia política para minar as reservas brasileiras e deixar o país no pendura com o FMI e outras redes bancárias internacionais; a corrupção e os corruptos também fazem parte desse esquema de desestabilizar a economia e as finanças do Brasil. 

O pré-sal não é do Brasil, estão iludindo os brasileiros, está tudo nas mãos dos estrangeiros que estão perfurando as profundezas em águas internacionais para extrair o petróleo e dar somente ao Brasil os royalties. O Brasil não tem o direito de ficar rico, tanto é que, todas as riquezas foram parar nas mãos do Tio Sam através da privatização. O Brasil é o único país que perdoa as dívidas internacionais de seus devedores. 

O Brasil constrói hidroelétricas caríssimas e faraónicas e dá de mão beijada as empresas estrangeiras. Construiu os estádios de futebol e está repassando com prejuízos milionários. 

O Brasil é um país rico mais tem que estar na miséria, sem eira nem beira.

A miséria do país também é uma estratégia para dar lugar à invasão de nosso território através da ignorância de nosso povo que não tem lugar no mercado de trabalho. Como nativos vão ficar na marginalidade.

Quando Juscelino Kibitschek idealizou Brasília foi uma maneira de gastar as reservas e ficar nas mãos do FMI e foi o responsável pela inflação e pela invasão de indústrias internacionais (multinacionais). Já Jânio Quadros que dizia que ia varrer todos os corruptos do país com sua vassoura, não aguentou a pressão, e foi varrido do poder com sua própria vassoura. Parece que existe uma máfia servindo ao Tio Sam dentro do Congresso Nacional e na Presidência da República. A presidente quando falou em fazer uma reforma política, apareceram várias autoridades políticas até a OAB para tentarem persuadir, a presidente, dessa ideia que não é boa para a corrupção dentro da política. Já estão todos viciados na mamata nas tetas do Brasil. 

Já venderam o Brasil a preço de banana e os trouxas dos brasileiros é quem paga o pato através dos impostos, quem está governando o país é o povo no impostômetro, portanto, tem o direito de exigir e reivindicar. Como o Brasil não tem mais riquezas em suas mãos está tirando as reservas em dólares e esfolando o povo com impostos, para deixar o país e a nação paupérrimos e pedindo esmolas ao Tio Sam. 

O Brasil está precisando de uma ditadura nacionalista para por ordem na política e na sociedade brasileira, está tudo de cabeça para baixo, ninguém sabe quem é quem.

Não precisamos de uma ditadura para servir ao Tio Sam, já basta essa “demo cracia” de ex-comunistas recalcados a serviço do Tio Sam.




Por: Ernani Serra
Pensamento: Um homem não pode fazer o certo numa área da vida, enquanto está ocupado em fazer o errado em outra. A vida é um todo indivisível.
Mahatma Gandhi