Leitores Online

16 de jun de 2013

Obras Intermináveis


Os números oficiais mostram que o valor investido para a execução das obras previstas no PAC 1, no período de 2007-2010, é de R$ 619 bilhões, que correspondem a 94,1% do valor programado. Já o valor que o governo coloca como “gastos em investimentos concluídos no período”, é de R$ 444 bilhões.

Pesquisadores que analisam os números fora do âmbito do governo dizem que menos de 20% das obras do PAC 1 foram efetivamente concluídas e, que, em alguns estados do Nordeste, a porcentagem cai para até menos de 10%.

O Programa de Aceleração do Crescimento 2 (PAC 2) já contabiliza 1.889 km de rodovias concluídas. Há, ainda, outros 7.349 km de obras em andamento.

Estão também em andamento 2.579 km de ferrovias em obras. 

Já foram concluídos sete terminais hidroviários e iniciadas obras em outros 14 na Região Norte.

Quando o governo trabalha com o item obras concluído e informa que concluiu 6.377 km de rodovias, não esclarece a natureza das obras realizadas, que podem ser manutenção, ampliação, novos acessos, etc. A ideia que passa é de que foram construídos mais 6.377 km de rodovias, o que não corresponde à realidade.

Já foram concluídas 14 obras em aeroportos. Fontes: Sites O E Empreiteiros e Agência Brasil.

     Comentário
O Governo Federal está querendo abarcar o mundo com as pernas. Estamos caminhando para uma situação igual ou parecida com os países europeus em crise.

O Governo Federal está fazendo tudo de uma só vez, só que, tudo não está sendo pronto, e ficando pela metade e pelo meio do caminho.

Temos: as rodovias, ferrovias, transposição do rio São Francisco, portos, navegação fluvial, aeroportos, campos de futebol, hidrelétricas, etc. A maioria das obras ainda estão paradas se deteriorando no tempo e no espaço, isso se chama, desperdício de dinheiro público, burocracia e corrupção. 

O Governo Federal quer fazer em quatro anos o que não fizeram em 40 anos.

Os governos anteriores deixaram de cumprir com suas obrigações, e agora que está um caos, quer fazer tudo num só dia ou mandato presidencial. Nem Deus fez o mundo tão rápido, precisou de sete dias para terminar sua obra, conforme a Bíblia.

Se essas obras fossem feitas por etapas uma a uma não haveria tanto dinheiro jogado no lixo e no bolso dos corruptos.

O Brasil está se endividando com os bancos internacionais e com o FMI, daqui a pouco vai explodir uma bomba, já acendemos o estopim através da inflação, depois vem à recessão que explode nas costas do povo brasileiro. E a culpa vai recair na crise mundial. O governo sai de fininho e tira o corpo.



Por: Ernani Serra
Pensamento: Cada dia a natureza produz o suficiente para nossa carência. Se cada um tomasse o que lhe fosse necessário, não haveria pobreza no mundo e ninguém morreria de fome.
Mahatma Gandhi