Leitores Online

13 de ago de 2013

Bode Vereador

 

No final da década de 1950 na cidade de Jaboatão dos Guararapes em especial no distrito de Cavaleiro no Estado de Pernambuco, surgiu pelas ruas dos bairros um bode que pelo forte odor foi apelidado de BODE CHEIROSO e com apoio da população foi eleito vereador do município.

Seu odor era sentido a alguns metros, seu tamanho não tinha igual gostava de andar de trem e ninguém fazia mal.

Respeitado por todos e aclamado vereador foi eleito com mais de 500 votos um fato inovador.

Não assumiu e nem poderia assumir, um bode vereador, mais foi à vontade do povo que o elegeu e o aclamou.

Teve panfletos e pasmem música a seu favor, essa é uma história real e no Brasil não tem igual.

Teve um fim trágico, foi atropelado o que se tornou vereador, foi no bairro do Barro que essa história terminou; a jornada do BODE CHEIROSO que foi eleito vereador.

Eu que achei que já tinha visto de tudo nessa vida, fiquei surpreso com a história que o povo contava sobre o BODE CHEIROSO que foi eleito vereador no município de Jaboatão dos Guararapes, em Pernambuco. Segundo constam, há algumas décadas passadas, a população da cidade de Jaboatão estava indignada com o perfil dos candidatos a vereadores e, em protesto, resolveram votar em massa num bode que andava pelas ruas da cidade, mais conhecido como Bode Cheiroso.   E não deu outra: o Bode Cheiroso foi eleito com centenas de votos. Pena que o bicho não pode assumir o cargo porque foi considerado um candidato nulo pelo TER. Naquela época se votava em cédulas e o povo escreveu no lugar que era para colocar o nome do candidato, o “Bode Cheiroso”. Fonte: Site da Internet.

     Comentário
Essa história foi real, o bode era muito popular e bem quisto com o povo daquele município, andava até de trem. 

A população de Cavaleiro e do município de Jaboatão resolveu votar no bode cheiroso como um protesto aos maus políticos daquela época. O povo não estava satisfeito com os políticos que sempre foram corruptos.

O mesmo aconteceu há pouco tempo quando elegeram Tiririca a deputado federal, foi também um protesto aos maus políticos. O TRE aceitou a candidatura de Tiririca porque pensou que nunca o povo elegeria um candidato que foi palhaço de circo e analfabeto, então deixou que ele se candidatasse na legenda política. E deu o que deu, Tiririca se tornou Deputado Federal com a maior votação, um milhão e trezentos mil votos e que, com os votos dele ainda elegeu outros políticos. Tentou anular mais não conseguiram, foi à vontade do povo revoltado com os corruptos. O mesmo aconteceu com Luiz Inácio Lula da Silva, ex-presidente da República do Brasil.

Depois dessa, o TRE vai pensar mais quando aparecer outro analfabeto na legenda.




Por: Ernani Serra
Pensamento: Não há ninguém, mesmo sem cultura, que não se torne poeta quando o Amor toma conta dele.
Platão