Leitores Online

26 de set de 2013

Mulher sexy envolvida na Corrupção


Luciane Hoepers, 33 anos, 1,75 m, olhos verdes, catarinense e várias aparições em revistas masculinas e programas de TV, integrava o rol de motivos com os quais a quadrilha desbaratada pela Polícia Federal na Operação Miqueias convencia prefeitos a investir dinheiro da previdência municipal em fundo fraudulento; a musa foi presa na semana passada acusada de participar da rede de aliciamento; na semana passada, o assessor do Ministério das Relações Institucionais foi demitido por suposto envolvimento com a quadrilha; a PF, que apreendeu vários carros de luxo, e um iate, acredita que o grupo movimentou perto de R$ 300 milhões de reais.

A Luciane Hoepers que já está sendo chamado de Musa da Operação Miqueias, é conhecida do meio televisivo, já foi garota do time de futebol Avaí de Santa Catarina, participou do reality show Casa Bonita, atuou no programa Zorra Total da rede globo e trabalhava como agente financeira do grupo Invista operado pela quadrilha. A bela agora está presa.

A reportagem do jornal O Estado de São Paulo mostrou que foi Luciene quem almoçou com os deputados goianos: Samuel Belchior, Daniel Vilela e Leandro Vilela – todos do PMDB. O encontro foi documentado pela Polícia Federal.

O filho do prefeito é o deputado estadual Daniel Vilela, o prefeito é Maguito Vilela, ex-senador e vice-presidente da Frente Nacional de Prefeitos. O pai de Samuel, Lauro Belchior, era na época presidente do Instituto Municipal de Previdência de Goiânia. 

Na noite de sexta-feira (20/09/2013), o assessor do Ministério das Relações Institucionais Idaílson Vilas Boas Macedo foi demitido após ser acusado pela PF de ser o lobista da quadrilha. Idaílson trabalhava diretamente com o subchefe de Assuntos Federativos da Presidência da República, Olavo Noleto, atualmente o goiano que ocupa o mais alto cargo no governo federal.

As investigações levaram à prisão pelo menos 20 pessoas em nove Estados, além do cumprimento de dezenas de mandados de busca e apreensão. Entre os bens apreendidos constavam vários veículos de luxo, como uma Ferrari e uma Lamborguini e outros. Ao longo de 18 meses de investigações, o grupo teria movimentado R$ 300 milhões de reais.

Comentário
Esses políticos tiram da previdência estadual o dinheiro dos pobres trabalhadores para aplicar na criminalidade, para isso, eles têm dinheiro, só não têm para aumentar os salários dos funcionários públicos, melhorar a saúde, a educação, o saneamento básico etc. Depois acusam a falência da previdência aos grandes números de aposentados.




Por: Ernani Serra

Pensamento: Os políticos tiram do povo e aplicam na corrupção, estes são os representantes do povo brasileiro.
Ernani Serra