Leitores Online

23 de mai de 2014

Lei Menino Bernardo


Esse é um dos milhares de Projetos de Leis que temos no país que só servem para invadir os lares, para punir os pais que disciplinam os seus filhos. É o governo se intrometendo na educação dos filhos. Fazer o bem a sociedade o governo não faz, só faz leis para punir os cidadãos. O governo está se tornando o carrasco do povo. Cadê as leis para melhorar a saúde pública, a educação etc.?

Não há necessidade de mais leis a esse respeito da palmada, já que temos o Código Penal Brasileiro para punir os cidadãos que exageram na disciplina educacional de seus filhos. O exagero disciplinar não é mais disciplina é passível de punição dos pais pelo Código Penal Brasileiro.

Essa nova lei da palmada (Menino Bernardo) só vai deixar os pais refém dos filhos e da própria lei, vai deixar também os pais algemados sem poder educar os seus filhos, é um regresso na educação familiar.         Agora sim, é que vai haver mais bandidos na sociedade, se os pais são impedidos de disciplinar seus filhos, os filhos vão ficar mais rebeldes do que já são, e se hoje, os pais não poderão dar uma palmada em seus filhos, no futuro essas crianças vão ser espancadas e torturadas pelos policiais do governo. É melhor os pais disciplinar os filhos do que vê nas cadeias e penitenciárias do governo sendo espancados como delinquentes.

Os filhos com essa lei vão se tornar intocáveis, os pais vão temer os filhos, é o carro na frente dos bois.

Vi na televisão num programa policial um filho querendo convencer a mãe que a maconha é boa para saúde, só faz bem... E, acendeu um cigarro de maconha na frente da mãe que entrou em desespero e meteu a mão no filho (deu uma sova), se essa lei já estivesse sancionada o filho iria a policia e prendia a mãe, isto está certo? 

O Estado não consegue reeducar os meliantes juvenis e adultos nas penitenciárias como quer obrigar e dar orientação às famílias sobre as disciplinas nos lares, se o governo não tem moral e não dá exemplo de dignidade humana. Isso é invasão de privacidade. É o mesmo que dizer: “Faça o que eu mando e não faça o que eu faço”.

O governo está querendo aparecer na mídia, mas só que está de maneira negativa, se não tem o que fazer é melhor lavar roupa de ganho. 

Antigamente, todos os pais disciplinavam os seus filhos e nunca matou ninguém e nem aleijou com palmadas e pequenos castigos; a sociedade era bem melhor do que vemos hoje, foi através dessas novas modas de educação de que, os pais devem ser amigos dos filhos é que, transformaram os filhos, que não tem mais respeito nem aos pais e muito menos a sociedade, os jovens estão barbarizando todos os costumes e éticas sociais. Hoje, com todas essas leis “modernas” os filhos estão matando e espancando os pais e vice-versa, antigamente o povo não sabia que as drogas existiam agora, as drogas estão sendo vendido nos sites da internet, em vias públicas, tá correndo frouxo em toda sociedade da baixa as mais altas. É com essas e outras leis que irão elaborar que a sociedade vai ficar pior do que está.

A presidente da República Federativa do Brasil Dilma Rousseff assinou o Projeto de Lei Menino Bernardo em (21/05/14), e foi caminhada para o Congresso Nacional para sua aprovação, é provável que, o Senado vá aprovar a sanção do governo federal. Se o povo é contra então não se deve aprovar esse Projeto de Lei, a voz do povo não é a voz de Deus? Será que a voz dos políticos são maiores do que a voz do povo e de Deus? O povo precisa protestar contra esse Projeto de Lei que está amordaçando e algemando os pais na educação de seus filhos, está padronizando a educação no lar e da pior maneira possível. 

O nome desse Projeto de Lei é para homenagear o menino Bernardo que foi assassinado pelo seu pai e madrasta no Rio Grande do Sul.



Por: Ernani Serra
Pensamento: O homem faz o mal, porque não sabe o que é o bem.
Sócrates