Leitores Online

24 de jun de 2014

Depois do 4K, já vem o 8K


Embora atualmente a indústria de eletrônicos lute para convencer os consumidores a investir em produtos com a resolução 4K, não se engane: dentro de poucos anos estaremos lidando com propagandas de dispositivos 8K. Prova disso é o protótipo exibido pela Samsung durante a CES 2014, cuja qualidade de imagem surpreende por não deixar evidente nenhum pixel individual.

Apesar de já estar sendo exibida a 4K para o público, a resolução 8K ainda está em fase de experimentos e vai demorar alguns anos até que ela se torne algo comercialmente viável. Fonte: TECMUNDO BETA.

Você pensa que a resolução 4K ainda está longe da realidade brasileira? Os primeiros televisores com a tecnologia 4K começam a surgir por aqui, mas já se começa a falar em transmissões de televisão em 8K. A tecnologia 8K já pode ser usada nas Olimpíadas de 2016 pela emissora estatal japonesa NHK.

No Japão, são a própria NHK que lidera o desenvolvimento do UHDTV, que permite reprodução de imagens de até 7.680 x 4.320 pixels. Por lá, as transmissões em 8K devem começar apenas em 2016 via satélite e em 2020 por meio terrestre.

Com esta resolução, a qualidade de imagens seria 16 vezes melhor do que o padrão Full HD, que é atualmente o mais difundido em televisores de alta definição atuais. Mas a imagem não é a única vantagem.

Segundo afirma o diretor de engenharia de entretenimento do Globo, Raymundo Barros, em entrevista à Folha de São Paulo, a intenção da tecnologia é criar mais imersão e, para isso, o áudio também precisa acompanhar a qualidade de imagens. Os vídeos em 8K são capturados em 22.2 canais, contra apenas 5.1 atuais.

Além disso, a tecnologia é que, com a futura popularização do 8K, sejam criados televisores cada vez maiores para espaços cada vez menores. A publicação aponta que atualmente a distância recomendada para assistir a uma TV Full HD é de 3 vezes a altura do televisor, enquanto a TV de 8K será apenas 0,75 vezes a altura da tela.

A resolução já foi testada no Brasil, quando uma equipe japonesa desembarcou em território nacional para registrar imagens de paisagens e do Carnaval.

Vale lembrar que o Brasil ainda não tem nenhum tipo de transmissão sequer em 4K e muitas pessoas ainda assistem televisão pelo sinal analógico. A rede Globo, no entanto, já captura algumas imagens para suas novelas em 8K. Cada minuto em vídeo sem compressão ocupa 200 GB de armazenamento. Fonte: OLHAR DIGITAL.

Comentário
Quando os consumidores compram um produto no Brasil pensando que está comprando o de última geração, está comprando mercadorias vencidas (arcaicas) em outros países. 

Estamos usando a TV Full HD como sendo as mais novas dentro da tecnologia e em outros países, já existe a TV 4K, que nem já nasceram já estão ultrapassadas pela nova tecnologia de TV 8K da mesma empresa japonesa. 

O mundo está se renovando de maneira muito vertiginosa dentro da tecnologia, daqui a pouco, num piscar de olhos tudo está se modernizando, temos um produto moderno hoje amanhã já temos o mesmo produto mais moderno, isso é uma corrida maluca das empresas, contra: o tempo, o capital, o marketing e a concorrência. O público fica no fogo cruzado no meio do desejo e no poder aquisitivo de compra. 

Parece que tudo isso está muito bom, mas não está; é essa corrida maluca da modernização industrial que vai trazer ao mundo moderno muita miséria social, porque a mão de obra não está acompanhando o avanço da tecnologia e por sua vez, cada dia as indústrias admitem menos operários não só por ter dificuldades com a mão de obra especializada como também, as máquinas estão tomando o lugar dos operários.    Indústrias que operavam com mais de mil operários com a modernização vão operar com menos de cem operários, e é uma competição desleal, as máquinas fazem um serviço perfeito sem erros e os patrões vão preferir as máquinas. 

Parece que estamos preparando um mundo tecnologicamente moderno para uma sociedade abastada e minoritária. Por acaso estão querendo exterminar pela fome a maior parte da humanidade para favorecer uma minoria rica?



Por: Ernani Serra
Pensamento: A forca do direito deve superar o direito da força.
Rui Barbosa