Leitores Online

18 de jun de 2014

Monty Roberts e Spencer Tunick


O norte-americano Monty Roberts que é encantador de cavalos pediu que fosse feito um vídeo com a tortura de um cavalo, talvez com a intenção de mostrar nos Estados Unidos como se doma cavalos no Brasil, que infelizmente esse cavalo desapareceu ninguém sabe se foi sacrificado; mas foi na presença desse encantador de cavalos que o animal foi torturado e não fez nada para evitar porque foi ele mesmo que mandou fazer o vídeo daquele jeito e comandou o massacre do animal. Até hoje, não apareceu nenhum órgão de defesa dos animais e muito menos as ONGs para defender e processar esse norte-americano e o dono do animal que deixou fazer aquela cena horrível.

O fotógrafo Spencer Tunick, norte-americano, veio ao Brasil em junho de 2013 e fotografou 1.100 pessoas completamente nuas no Parque Ibirapuera como parte da programação da Bienal de Arte de São Paulo.

Se fosse um brasileiro que tivesse feito essas fotos teria sido processado conforme o Código Penal Brasileiro, e condenado pela mídia, mas como foi um estrangeiro se tornou o nu público uma bela arte, um nu artístico coletivo, e elogiado pela mídia. 

O brasileiro está se perdendo na idolatria ao estrangeirismo, a história está se repetindo no mundo, como aconteceu: No Brasil Império que massacrou os verdadeiros brasileiros (os índios) e hoje, estamos na iminência de perder tudo para a globalização através de colônias e terras que estão sendo invadidas por estrangeiros; na África do Sul cujos africanos perdeu tudo para os  colonizadores estrangeiros e continuam sendo escravos desses invasores; Temos uma série de exemplos pelo mundo de invasões econômicas e financeiras que tomam a independência do povo nativo, os escravizam, e exterminam na miséria social.





Por: Ernani Serra
Pensamento: Uma imagem vale mais que mil palavras.
Confúcio