Leitores Online

26 de set de 2014

Sonegômetro


Sonegação fiscal, que é crime financeiro, técnico-financeiro no Brasil, com pena prevista na lei nº 7.492 de 16 de junho de 1986 quando cometidos no âmbito financeiro.   De forma mais ampla, aplica-se o artigo 1º da Lei 8.137 de 1990 para relações tributárias, econômicas e de consumo. A Reclusão pode variar de um a cinco anos, e multa; quando não se caracterizar como Lavagem de Dinheiro e de Organização Criminosa. 

A utilização do caixa dois se faz de diversas maneiras: compras de moedas estrangeiras, joias, veículos, que sofrem as penas da lei por simples sonegação.

Caixa dois é utilizado por algumas empresas, que deixam de emitir ou emitem notas fiscais com valor menor ao da transação realizada para que sejam devidos menos tributos, devendo pagar a diferença ao Erário Público com a multa. Fonte: Wikipédia.

Comentário
O Brasil está passando por uma crise de inflação e de recessão; é porque o governo se endividou muito na Rede Bancária Internacional, não vem cobrando os impostos dos empresários em dia (comércio e indústria) e só vem sacrificando o povo brasileiro através de impostos nos produtos de alimentação e em geral, esses impostos já vem inserido em todos os produtos que os brasileiros compram e consomem diariamente no mercado.

Os fiscais do governo em geral vivem a cobrar propinas ao comércio e indústria para não multar os sonegadores da nação ou fazendo chantagens para conseguir as propinas.

Enquanto isso, a nação vai perdendo arrecadação através da corrupção dos fiscais do governo que só pensam em si. 

Há algumas décadas atrás a Previdência Social entrou em colapso financeiro e estava no vermelho (déficit) por falta de dinheiro que os fiscais não cobravam impostos, tinham empresas que não pagavam há mais de vinte anos à previdência e sim para os bolsos dos fiscais corruptos, quando o governo obrigou de verdade aos fiscais trabalharem honestamente, em um mês de fiscalização e cobranças superou a arrecadação de um ano, e a previdência saiu da UTI até hoje, gozando saúde. Se houver outra crise é só procurar na praça se estão de novo devendo a previdência.

O mesmo pode estar acontecendo agora na praça com os cofres públicos, com esta crise econômica e financeira do Brasil, é só botar os cavalos atrás para descobrir os rombos por falta de arrecadação aos capitalistas que não gostam de pagar nada ao governo e não sabem eles, que se o governo entrar em crise, eles também pode falir e perder muito dinheiro. A intenção dos capitalistas privados é explorar os cofres públicos da nação com superfaturamentos em serviços e materiais, existe uma mentalidade de sangrar o erário público. O próprio governo é responsável por todas essas corrupções porque não punem com rigor esses corruptos que sangram os cofres do Estado, o governo não se interessa em fiscalizar as obras e os empreiteiros continuam a roubar a nação. Não adianta o governo reclamar é preciso agir antes do leite derramado.

A maioria dos comerciantes sonegam as vendas através de cupons ao consumidor para não extrair uma Nota Fiscal e o governo sabe disso e não faz nada, o governo parece que está algemado e nas mãos do capital privado.

O Brasil perdeu as reservas em dólares através do próprio ministro do governo que aplicou na Bolsa de Valores com a inocente intenção de baixar o dólar no Câmbio e até hoje o dólar continua subindo e o governo não tem mais reserva para fazer novas aplicações inúteis na Bolsa de Valores.

Uma das saídas da recessão e inflação seria um lastro-ouro para garantir o fortalecimento do Real, mas não existe essa preocupação do governo porque o ouro, pedras preciosas, matéria prima mineral não pertencem mais aos brasileiros e sim aos estrangeiros, aos contrabandistas e aos acionistas das privatizações desses materiais que poderiam enriquecer os cofres do Brasil, como já não temos mais o controle do petróleo da (PETROBRÁS), porque o maior acionista é a SHELL que está no comando, tudo isso é perda de divisas que está enfraquecendo o governo e o país. 

O governo não se preocupa com o Real e sim com o Dólar, quando o Real estava se tornando forte o ministro aumentou o dólar artificialmente, e de lá para cá, o câmbio gostou e não baixou mais e nem o ministro teve forças para baixar artificialmente o dólar.

O governo só se preocupa em fazer estradas, ferrovias, portos, aeroportos para dar evasão aos minérios, grãos etc., deixando as nossas riquezas saírem rapidamente para enriquecer os cofres dos países estrangeiros que compram in natura para revender em manufaturados para outros países a preço de ouro. Depois o governo reclama da inflação e recessão dizendo que é uma crise internacional quando na verdade é uma crise interna artificialmente manipulada para prejudicar a nação, beneficiando os interesses internacionais.

Será que o governo vai ter coragem de fazer guerras com os sonegadores?  Será que vai ter coragem de fazer o Real uma moeda forte? Duvido! O Brasil vai seguir as regras do capital estrangeiro, pois, está devendo até a alma, e baixa a cabeça às regras internacionais do comércio no exterior. 

Os brasileiros estão no mato sem cachorro. 






Por: Ernani Serra 
Pensamento: Importante não é ver o que ninguém nunca viu, mas sim, pensar o que ninguém nunca pensou sobre algo que todo mundo vê.
Schopenhauer