Leitores Online

9 de out de 2014

Solução para o Estado de São Paulo


Se o Governo Federal foi capaz de construir canais na Transposição do Rio São Francisco para amenizar a seca no sertão e desenvolver economicamente aquela região tão árida, e de povo tão sofrido por causa das estiagens que aumentam a mortandade de crianças e jovens que já nascem passando fome e é alimentada na mamadeira com água e açúcar, essa é a realidade de milhares de famílias sertanejas que já nascem desnutridas por falta de oportunidades numa região inóspita e sem desenvolvimento social, só existindo sítios isolados. 

O governo tem dinheiro para construir esse megaempreendimento de irrigação do São Francisco e abastecimento de águas no nordeste brasileiro; por que não fazem o mesmo na região Sul do Brasil? Bastava construir uma ou mais barragens da capacidade do Cantareira, para evitar as enchentes no Sul do país que estão dando tanto prejuízo à população, e que, estão sofrendo muito com aquelas calamidades naturais ou provocadas pelo próprio homem ao invadirem as margens dos rios para construir edificações. Daquelas barragens, faziam uma transposição através de dutos para o abastecimento d’água para as populações urbanas de São Paulo como fizeram com a barragem de Cantareira, aumentando a capacidade d’água potável para aquela metrópole garantindo abastecimento extra, junto ao Cantareira, com essa engenharia hídrica o governo mataria dois coelhos com uma só cajadada, ou seja, acabaria com as enchentes no Sul do país e também com a falta de água no Sudeste do País. 

Pelo visto, os governantes não estão nem aí para essas calamidades públicas que assolam periodicamente as populações do Sul, Sudeste,  Norte e Nordeste, ao contrário, dão verbas milionárias aos políticos que não aplicam no social e ficam como o canto do peru: de pió a pió.
 
Essas calamidades servem para enriquecer e aumentar a conta corrente e as poupanças dos políticos que adoram esses cataclismos. 

Quando fazem uma obra de grande porte como a Transposição do Rio São Francisco é só com o intuito de superfaturar a obra e distribuir propinas para que abram os caminhos da burocratização (onde todos querem um pedaço da fatia do bolo da corrupção), não existe nesses políticos o interesse de fazer caridade ou melhorar a situação crítica da população sofredora. 

Vejam o caso das ambulâncias que Lula comprou em seu governo e que, custaram alguns milhões de reais, e o que aconteceu? Essas ambulâncias novinhas foram parar em lugares ermos e totalmente abandonados sem nenhum uso para a saúde pública, ficando esses veículos a mercê da deterioração dos equipamentos e do próprio veículo sem nenhuma função. Algumas foram servir à alguns hospitais mais, alguns funcionários prendiam as ambulâncias em suas residências dizendo que estavam na hora do almoço que duravam mais de duas horas e meia, e o contribuinte doente ficava a morrer em suas casas ou nas portas dos hospitais implorando por uma viatura que estavam sempre em ‘serviço’ ou em manutenção mecânica. 

Minha Casa, Minha Vida é outra enganação não passa de marketing político, a maioria das pessoas que moram nessas casas são correligionários políticos e às vezes não precisam delas e já tem outras próprias e usam delas para alugar a terceiros, existem muitas malandragens nesses empreendimentos políticos e ninguém fiscaliza nem tomam providências. Essas casas são mal construídas e já são inauguradas com rachaduras, tetos de gesso caindo, no Sul do Brasil, houve uma construção de um dos prédios do tipo caixão ficar em situação crítica que foi demolido pela própria construtora, bela construção que já nasce com defeitos nas estruturas, esse tipo caixão, é muito comum que só durem no máximo uns 20 a 30 anos e começam a rachar as paredes e ceder às bases que são tão superficiais que quase não há base.

Governos corruptos fecham os olhos para os corruptos.  
 
Essas e outras são a falsa caridade e filantropia política que enganam a população que em sua maioria não tem visão política e fica a idolatrar certos políticos que em sua maioria são corruptos e insensíveis ao sofrimento alheio.


 




Por: Ernani Serra
Pensamento: Lembre-se que da conduta de cada um depende o destino de todos.
Alessandro Magno