Leitores Online

23 de nov de 2014

Bandidos Salvam o Brasil


Graças a Deus apareceu um deputado federal Roberto Jefferson (corrupto) que salvou o Brasil do Mensalão e das casas de cupins que iam devorar todo o país. Muitos políticos não gostaram dessa delação do Jefferson porque tiraram das mãos e das bocas desses vampiros, que sangravam e sugavam os cofres da nação, em detrimento do povo e do seu sofrimento miserável. Foi por conta desse herói covarde que temia uma prisão longa e fechada, que usou o Acordo de Leniência, para ter uma punição menor. Ele foi o herói para o povo ao descobrir toda tramoia política e um covarde para quadrilha do toma lá, dá cá; traindo a confiança dos ladrões de colarinho branco.

Depois de puxar o laço do embrulho do Mensalão, começou a aparecer o fétido odor pútrido de outras corrupções políticas e civis, como foi chamado Petrolão da Petrobras, com um escândalo muito maior em publicidade quanto em dinheiro público desviado do erário da União.

O Mensalão foi um anão em relação à corrupção da Petrobras. Um universo de desvios de dinheiro público que se espalhava pelo país e até fora dele no caso da Refinaria dos Estados Unidos.

Uma corrupção tão monstruosa que não foi visto nem pela Presidenta da República e seus inúmeros ministérios, nem pelo Ministério Público da União (MPU), nem pelo Ministério Público Federal (MPF), nem pela Polícia Federal, e inúmeros órgãos de defesa da nação e do país, e nenhum deles, conseguiram detectar a máfia do colarinho branco que se estendia por todos os Estados do Brasil há muitos anos atrás e ninguém: viu, ouviu ou falava. Parecia uma organização secreta de facínoras que, quem falasse morria, mas houve alguns heróis públicos que falaram e abriram o verbo, botaram a boca no trombone foram: Roberto Jefferson (Mensalão), Alberto Youssef responsável pela lavagem de dinheiro sujo; Paulo Roberto Costa; Renato Duque; Augusto Ribeiro de Mendonça Neto; e aparecendo mais todos os dias, todos querendo a delação premiada com o Ministério Público Federal na operação Lava-Jato da Polícia Federal. Graças a esses bandidos da delação premiada que salvaram o Brasil apesar de tardia, mas é melhor tarde do que nunca. 

O pior de tudo ainda está por vir, se é que vão expor os nomes à tona nesse mar negro; os delatores deram os nomes de inúmeros políticos que estão envolvidos no escândalo da Petrobras, mas ainda não fizeram menção aos envolvidos na corte da corrupção e dizem que está em Segredo de Justiça. Quando vão apresentar esses nomes na mídia? O que o povo precisa não é só saber da sujeira pública, o povo quer ver ação governamental contra tudo e todos os envolvidos sem nenhuma distinção de apadrinhamento político. 

O Fernando Collor de Mello ex-presidente da república foi afastado do poder com muito menos do que está acontecendo nesse governo. Dá a César o que é de César. Será que as leis brasileiras têm duas faces? Houve o impeachment porque o presidente não distribuiu as verbas da falcatrua com os políticos que se revoltaram. Quis comer só, se ferrou. Agora apareceu um governo socialista comunista que está distribuindo verbas para todo lado: desde o povo até aos políticos. Tudo está no cabresto sob o controle. Tudo comendo na mesma panela.






Por: Ernani Serra 
Pensamento: A maior corrupção se acha onde a maior pobreza está ao lado da maior riqueza.
José Bonifácio de Andrada e Silva