Leitores Online

8 de nov de 2014

Dinheiro Público no Lixo


É muito normal nesse país sem fronteiras, sem leis, sem honestidades... Que os políticos tenham o direito de jogar no lixo o dinheiro público e privado.

Aconteceu na maternidade recém-inaugurada que foi fechada em Bernardino de Campos em São Paulo, cuja alegação do prefeito é que seria mais barato mandar as grávidas para hospitais de outras cidades que manter a maternidade funcionando. 

Esses políticos só fazem construir edificações para superfaturar e se apropriar do dinheiro público, essa maternidade recebeu equipamentos de última geração e se tornou uma maternidade de referência pela sua estrutura moderna, a obra foi paga pela iniciativa privada e os equipamentos foram adquiridos com o dinheiro público e chegou quase a um milhão de reais. Abandonar uma obra dessa é crime.

Essa maternidade só funcionou durante sete meses de janeiro a julho de 2014.

Isso mostra o descaso quanto ao estudo técnico de engenharia e de administração que não planejam antes, e só depois é que se dão conta de que o município não tem estrutura para manter uma maternidade de ponta e descaradamente fecham uma obra tão importante para a sociedade; para se desgastar no tempo e se tornar uma sucata.   Cadê a fiscalização do governo pelo governo?   A população fica sem o serviço de atendimento as gestantes, como sempre, o povo é que entra pelo cano. 

Porque o governo federal não enviam médicos cubanos para substituir o déficit de médicos brasileiros naquele município e evitar que todo aquele patrimônio seja jogado no lixo e se tornem sucatas. 

É muita cara de pau para o prefeito chegar à mídia e dizer que fechou por falta de médicos e falta de verbas nos cofres municipais em detrimento daquela importante obra.

Os políticos simplesmente dizem isso porque não há nenhuma punição por falta de improbidade em ações tão deploráveis contra o patrimônio público. 

Isso já virou moda de construir patrimônios modernos e de última geração para depois deixar ao Deus dará, ou deixar essas obras inacabadas se depreciando para depois de alguns anos superfaturar com a continuação delas.

O Brasil está cheio de políticos ladrões e subversivos e ninguém tem coragem de moralizar essa nação desgarrada.





Por: Ernani Serra
Pensamento: Para a política o homem é um meio; para a moral é um fim. A revolução do futuro será o triunfo da moral sobre a política.
Ernest Renan