Leitores Online

10 de dez de 2014

Dia Mundial da Corrupção


É o dia 09 de dezembro, só que, pouco está fazendo para diminuir a corrupção mundial principalmente no Brasil que a cada dia aumenta mais, é o caso da dívida orçamentária (PLN 36/2014) que foi aprovada por todos os políticos do governo e da oposição que irão receber R$ 700 mil cada político por ter aprovado um Decreto-Lei que derrubou uma lei (LD0); desde quando um Decreto-Lei pode anular uma lei? Num país que está à beira da falência financeira, mas, existe uma fonte inesgotável, um abre-te sésamo, de dinheiro público que faz a festa da politicagem. 

Já era de se desconfiar de tanto dinheiro no lixo e em obras inacabadas pelo governo, cujo superávit primário ficou no vermelho com o risco da presidenta perder o mandato pelo não fechamento do orçamento que em vez de dar superávit deu foi um grande déficit orçamentário, então foi feito as pressas um Decreto-Lei para impedir que fosse feito o superávit primário e que fosse também cancelado a dívida pública para esse ano, agora como vai ficar essa dívida em 2015 com juros sobre juros, se não teve como pagar agora, vai ser mais difícil fechar a conta no próximo ano, principalmente com o caixa aberto e liberado para o governo gastar a vontade, como manda o figurino (PLN 36/2014).

A Presidenta da República nomeou o Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot que fez um discurso honesto e decente mostrando a sua indignação contra a corrupção no Brasil, fez melhor do que muitos políticos da oposição, nem parecia que tinha sido nomeado pelo governo. Só não teve coragem de criticar o governo sobre o Decreto-Lei que foi aprovado imoralmente. 

A Presidenta da República Dilma Rousseff foi de encontro ao discurso de Rodrigo Janot quando ele disse que deveriam ser afastados todos os dirigentes da Petrobras e mandou o Ministro da Justiça fazer a defesa da diretoria da petrolífera “brasileira”, que ela acha que é muito honesta. 

Vamos ver se esse Procurador-Geral da República sabendo de todas essas patifarias de corrupções vai agir e tomar medidas severas contra todos esses canalhas ou vai ficar o dito pelo não dito de um discurso forte, mas, será que na prática vão pedir pizza para encobrir a safadeza? Vamos ver como fica na prática o discurso do Procurador-Geral. Vejam os links abaixo sobre o discurso.

Tem muita gente com medo dos militares no poder político fazendo um levantamento de torturas naquele período, como se não houvesse nesta democracia anárquica um sistema de terrorismo e tortura a céu aberto, nas prisões e presídios, muito pior do que aqueles que foram feitos pelos militares, mas ninguém fala a respeito de tantas violências.

Pelo menos no período dos militares não se via tanta corrupção e nem tanta violência dentro da sociedade, onde as pessoas honestas estão enclausuradas em suas residências e os bandidos, facínoras, estão soltos praticando crimes hediondos e são inocentados por leis corruptas que lhes dão o direito da impunidade.

Se fosse o contrário, os comunistas fariam muito pior, como foi feito em Cuba onde milhares de pessoas foram fuziladas no paredão, torturadas e presas, isso ninguém se lembra, ficou no passado e no esquecimento, principalmente os corruptos da esquerda que estão no poder e estão deixando o povo a mercê de bandidos que torturam, decapitam, e matam pessoas inocentes dentro da sociedade brasileira. 

A violência generalizada é também proveniente de uma corrupção política e social que está negligenciando a ordem pública e até a segurança nacional.

Essa democracia pode falar de violência dos militares? Quem está defendendo com unhas e dentes essa anarquia democrática são aqueles que estão mamando na corrupção e na impunidade, levando uma vida de marajás à custa da miséria do trabalhador e do povo em geral, que são assalariados, como chamou o público das galerias do senado, o presidente do Senado Federal Renan Calheiros, menosprezando os seus eleitores e faltando com o decoro e respeito ao povo, que dizem: que aquela casa é do povo, mas impediram que o povo entrasse na casa do povo e até expulsaram o povo de sua casa política.  








Por: Ernani Serra 
Pensamento: A ganância faz o indivíduo pensar que está sendo inteligente. 
Yaponan Magni