Leitores Online

31 de jan de 2015

O Brasil bateu no Iceberg


O iceberg político, econômico e financeiro mais importante foi a Petrobras, apenas as investigações estão descobrindo a ponta dessa montanha de dinheiro extraviado por mãos sujas de corruptos que estavam enriquecendo ilicitamente com os desvios de verbas federais, com o propósito político de destruir o crédito da empresa (Petrobras) na Bolsa de Valores e a fuga dos acionistas e credores; enlamearam e destruíram a Petrobras nacionalmente e internacionalmente. Os valores das ações estão no fundo do poço, quem tinha ações dessa empresa só tiveram perdas financeiras. O Moody’s baixou todos os ratings da Petrobras deixando numa situação difícil, estão planejando fazer um novo rebaixamento no ratings da Petrobras, mais um rebaixamento, as ações dessa empresa vai valer menos que estrume de gado.

Escândalos no Brasil é que não falta, a Petrobras ia construir duas refinarias: uma no Ceará e a outra no Maranhão, que foram descartadas depois de jogar no buraco negro a importância de 2,7 bilhões de reais em dois projetos que não saiu do planejamento, isso é que é corrupção com o dinheiro público!

Já estão descobrindo outras montanhas de corrupções nas hidrelétricas e em outras repartições públicas dos governos. Investiguem todas as repartições públicas do Brasil e verá que todas estão comprometidas com os corruptos. 

Enquanto não houver uma contabilidade séria e moderna em todas as repartições públicas municipais, estaduais e federais não vai haver o fim da corrupção. 

A corrupção é gerada pela facilidade de roubar de maneira legalizada por documentação falsa

Até o governo federal fechou a contabilidade sem saber o montante de verbas desviadas na Petrobras, isso mostra o quanto é vulnerável e frágil essas porcentagens orçamentárias, tudo é feito em suposições, tanto é que, ninguém sabe nada sobre a saída de verbas irregulares. Para evitar essas saídas de verbas irregulares seria necessária uma contabilidade toda computadorizada em todas as repartições e com uma matriz com um supercomputador onde receberiam todas as informações contábeis de todas as repartições do Brasil a serem fiscalizadas, principalmente, as entradas e saídas de verbas e suas aplicações para evitar os superfaturamentos de obras e serviços. 

Destruíram a Petrobras porque era a única empresa mista-estatal que garantia o equilíbrio do Brasil. Agora com o estouro da boiada de centenas de repartições públicas sangrando os cofres do país, vai levar a nação a uma crise igual a da grega-européia (tsunamis financeiras) e o povo é que vai pagar todos esses desvios de verbas deixando cada dia mais pobre e miserável.

Está havendo um complô mundial das grandes potências para invadir os países através de crises pré-fabricadas pela máfia da corrupção e tomar estrategicamente todos os pontos nevrálgicos da segurança nacional desses países invadidos. 

Os corruptos pensaram que iriam ganhar bilhões com essa prática traidora, mas essas grandes potências, logo consiga o seu objetivo, dão o golpe de misericórdia nesses bandidos traidores da pátria que são obrigados a devolverem todo o dinheiro que os corromperam. É o caso do Mensalão e da Petrobras.

Quem comanda a crise europeia são as potências: França, Inglaterra, Alemanha que ditam as regras contra todo o sistema do euro e conseguiram corromper todos os governantes políticos daqueles países europeus e deixaram essas nações de joelhos, alienados e escravizados a uma política financeira. 

A Inglaterra está incomodada com o novo governo socialista da Grécia que está fazendo uma oposição ao sistema monetário internacional e com medo de perder a presa (Grécia), vão fazer de tudo para corromper esse novo governo e continuar a impor seu sistema de austeridade econômico-financeira à Grécia capitulada. 

Toda vez que há investimentos no Brasil de algumas obras, há sempre a preocupação de mais roubalheiras na praça, já é uma doença crônica que se tornou um câncer na estrutura política.

Infelizmente, o Brasil já está nas garras da Águia e vai ser devorado pela corrupção administrativa que vai corroer como uma ferrugem toda política nacional. Todas as despesas desse déficit orçamentário vão cair nas costas do povo.
 






Por: Ernani Serra 
Pensamento: Nenhum homem merece uma confiança ilimitada – na melhor das hipóteses, a sua traição espera uma tentação suficiente.
Henry Mencken