Leitores Online

18 de jan de 2015

Tráfico de Drogas



O narcotráfico é mais rentável para aqueles atravessadores que espalham o vício e a morte prematura de jovens e adultos do que para os produtores, hoje, o tráfico está rendendo ao Brasil bilhões de dólares por ano, através de agentes (testas de ferro) que aliciam em baladas, escolas, faculdades, em todas as classes sociais... Esse vício danoso se espalhou pelo mundo como uma doença epidêmica onde os verdadeiros culpados estão no anonimato dentro das cúpulas sociais e querendo proliferar em países que ainda não aderiram ao narcotráfico, o desejo desses vermes que enriquecem a custa da miséria alheia, (são verdadeiros túmulos caiados), que estão aliciando autoridades em geral para não fazerem nada, ou fazerem que estejam fazendo, não importam quantas vidas será ceifado, o que eles querem é enriquecer com os inocentes úteis que se deixam se viciar e traficar (mulas) por uma ninharia de dinheiro, com risco de perder a liberdade e a própria vida, todas essas pessoas que se deixam levar pelos aliciadores não passam de robôs sob o comando das drogas e do dinheiro fácil e perigoso. 

O tráfico de drogas é uma barbárie tanto quanto o ato de fuzilamento ou pena capital, ambos se merecem. Se a sociedade fosse construída nos pilares e alicerces sólidos de prosperidade, justiça, igualdade e fraternidade não seria preciso do rigor de uma justiça punitiva. É muito triste em pleno Século XXI convivermos com a pena de morte tanto na justiça quanto na bandidagem urbana, parece que estamos na Era da Pedra Lascada, o ser humano não evoluiu quase nada continua com os mesmos costumes bárbaros e sanguinários.

Os governantes têm como acabarem com o tráfico de drogas e armas através de uma fiscalização rigorosa de fronteiras, portos, aeroportos... Desde que acabem com as autoridades que se corrompem com propinas.

Não querem acabar, ao contrário, estão incentivando a proliferação desse veneno que extermina com uma população, e vem com essa de recuperar os viciados é mais uma armadilha para ganhar dinheiro público fácil, estão querendo sanar o mal pelas folhas e não pela raiz

Existem políticos que tiveram a cara de pau de dizer em público que já fumaram maconha e até defendem o uso dessa droga como lícita, isso é o fim da picada, já não se fazem mais políticos sérios como antigamente, perderam a vergonha e a dignidade. 

O Brasil já é exportador de drogas ilícitas até para países que a proíbem a sua entrada e assim mesmo fazem contrabando (mulas) para destruir as sociedades alheias e imperar a máfia dos vícios.

Dentro do Brasil as “leis” proíbem o uso e comércio de drogas, mas só no papel, porque nas ruas são vendidas a varejo e a céu aberto como se fosse uma feira-livre de frutas e verduras, a polícia passa por essas feiras livres de drogas (cracolândia) e não fazem nada, deixam correr frouxo, não adianta mesmo prender esses infelizes (efeitos) nas ruas e levar para um presídio que é um refino governamental de drogas, uma verdadeira universidade do crime organizado, ali tem de tudo: cola de sapateiro, cachaça, crack, cocaína, maconha, entorpecentes sintéticos, lolo, fabricam artesanalmente até o lança-perfume e armas... O detento que nunca se drogou vai ser obrigado a se drogar e se tornar mais um membro das drogas. Ninguém vê nada, os policiais dos presídios estão cegos, mudos e surdos, dizem que a população é infinitamente grande para ser fiscalizado por agentes penitenciários, mas poderiam uma ou duas vezes por semana solicitar a vistoria desses presídios pelo Batalhão da Polícia Militar, mas preferem que os presos façam farras, e tenham certo conforto com televisões, refrigeradores, ventiladores, fogões e cozinha completa, um mercadinho de presos para presos, tudo sob o comando e privilégios de dinheiro, tudo isso acontecendo abertamente num presídio, e nenhum agente e nem o diretor tomam conhecimento dessas irregularidades, é muito estranho! 

A cracolândia é a imagem real da degradação, promiscuidade e falência de uma sociedade sem governo, isso acontece hoje em dia em todos os Estados do Brasil, é a imagem de um país falido socialmente que sobrevive à custa de uma máfia organizada e politicamente corrupta. Querem oficializar o uso da maconha como a chave para abrir as outras portas, mas a máfia conseguiu sem o uso do papel colocar diretamente nas ruas e fez a oficialização de todas as drogas e da bandidagem.

As pessoas se chocam quando um bandido que ataca e mata uma pessoa nesse universo feroz e violento e diz: Devíamos ter a pena de morte; mas ninguém pede a pena de morte para os que financiam as drogas e matam milhares e milhares de pessoas por ano, simplesmente, porque essas pessoas são invisíveis e os seus testas de ferro é que distribuem e recebem o dinheiro da venda das drogas e repassam para os invisíveis, não se importando com a desgraça do próximo. Quando vão presos são os testas de ferro e os usuários do ilícito que pagam o pato.

Felizes são os países que ainda não deixaram entrar essa praga de droga e que, está incomodando a máfia organizada, que de vez em quando manda um otário (mula) para o sacrifício quando são pegos com drogas no contrabando. 

Esses países antidrogas são severos em suas leis para manter a ordem de uma sociedade sadia com pena capital, é assim que impede a proliferação dos vícios, da degeneração, e que, evita a promiscuidade e a indigência de uma sociedade perdida

A primeira morte por fuzilamento de um brasileiro no exterior comoveu uma grande parte da sociedade, mas todos os dias nós temos essa barbárie dentro do país e não choca quase ninguém será que a vida de uma mula é mais importante do que de um cidadão fuzilado por bandidos? Como cristão temos pena da besteira que essa pessoa fez, mas foi feito justiça naquele país asiático que não cedeu aos protocolos e pedidos de clemência das autoridades brasileiras, porque se a Indonésia abrisse uma brecha em suas leis enfraqueceriam toda a justiça e dava precedentes para outros pedidos de clemência, e é isso que a máfia quer, quer se infiltrar através das fraquezas políticas e jurídicas dentro da sociedade. A máfia tentou na Coreia do Norte que não teve piedade e decretou a pena capital a sua amante e ao seu tio, e agora, a Indonésia que está defendendo a sociedade de uma mortandade coletiva por drogas, e vai a máfia tentar também no Irã. Outrora, invadiu e contaminou a URSS e fez da Rússia o seu quartel general da infecção coletiva das drogas, até hoje.

Para esses países que têm a pena de morte é como uma vacina contra essa doença epidêmica e mortal, narcotráfico

A máfia quer infiltrar as drogas como uma pandemia na cultura de todas as sociedades para manipular os governantes e todas as nações.

Vejam a qualidade de vida de Israel, será que os judeus vão deixar o seu povo se contaminar com as drogas? Claro que não, porque é uma sociedade unida começando pelas famílias que educam e protegem os seus entes queridos.

As grandes civilizações sem nenhuma riqueza só com a riqueza de caráter conseguiram se impor e se tornarem grandes países evoluídos, só o Brasil que não conseguiu essa façanha porque faltam caráter e se tornou uma nação promíscua que dá até vergonha de ser brasileiro, só tem corruptos e corruptores em todas as esferas sociais, tudo por falta de educação familiar e instrução governamental. O Brasil é um país rico sem riquezas (privatizações), e mais pobre em caráter social (familiar). 

O Brasil se tornou um lixo entre outras nações que agem da mesma forma, ou seja, deixando a máfia dos vícios e a corrupção dominarem tudo e todos. 

Se o Brasil tivesse o cumprimento de leis sérias e rigorosas não estaríamos nessa podridão social, política, econômica, financeira etc.








Por: Ernani Serra 
Pensamento: Quando a cabeça não pensa, o corpo é que padece.
Adágio Popular