Leitores Online

5 de fev de 2015

Forças Armadas


No tempo de meus avós e pais quando havia quaisquer irregularidades políticas que fosse contra o povo e o país, o Exército Brasileiro saia das casernas e defendiam o povo nas ruas.

Hoje, esse Exército Brasileiro vive escondido nos quarteis vendo o Tsunami da corrupção, invasão, depredação, delapidação do patrimônio público, espoliação dos bens da nação, completamente inertes, encima do muro como se estivesse cego, mudo ou surdo, isso não é um comportamento das Forças Armadas que dizem estar pronto para defender o Brasil e ainda prega nos quarteis o amor a Pátria, e a Defesa Nacional

Não é só quando estamos sendo ameaçados militarmente por algum inimigo estrangeiro que as Forças Armadas devem defender o país, mas quando temos internamente os inimigos ocultos (lobos em pele de cordeiros) que são mais perigosos que os inimigos armados porque minam a sociedade, todas as instituições do país e as Forças Armadas que ficam inertes e só agem como cães adestrados esperando a ordem de políticos corruptos e se tornam coniventes com esse governo sem freios. 

Que amor é esse? Que se submetem as irregularidades dos políticos e se deixam governar por instituições civis que não entendem nada de Defesa Nacional e ainda se submetem aos caprichos políticos de tirarem o Ministro da Defesa militar por um civil político que nada sabe sobre estratégias de guerras, enquanto em todos os países estrangeiros o Ministro da Defesa é sempre um oficial de maior patente nas Forças Armadas. 

Que defesa é essa? Quando os militares nada fazem contra as badernas, criminalidades urbanas e rurais deixando o povo encurralado numa sociedade sem leis fortes para trazer a paz social

Falam em amor e defesa, mas deixam os estrangeiros pirateando as riquezas através das privatizações. Deixaram a Petrobras sendo assaltada e destruída pelos cupins da corrupção; isso é amor à Pátria? Cortaram pela metade o orçamento das Forças Armadas que foram obrigadas a diminuírem o seu efetivo militar, isso é humilhação, e as Forças Armadas baixaram a cabeça e estão consentindo tudo, é como as Forças Armadas estivessem invisíveis, estão destruindo o país, está esquartejando a sociedade numa governança de impostos, taxas, inflação, recessão... E nessa massa que está sendo batida e triturada não está só o povo, as Forças Armadas também estão nesse liquidificador político. 

As Forças Armadas perderam o seu livre arbítrio, sua dignidade... Que tinham no passado, e agora, são meros instrumentos decorativos de uma nação decadente, a mercê dos grilhões estrangeiros e da pirataria internacional deixando o povo cada dia mais miserável e pobre

Antigamente o povo tinha o Exército Brasileiro, hoje, estão sós, abandonados a própria sorte e aos caprichos de uma politicagem desenfreada e interessada em destruir todos os bens do país e entregar aos estrangeiros nas privatizações, inclusive a Petrobras que era uma grande fonte de recursos para a nação.

Do Exército Brasileiro a única Arma que nos salva e nos dá apoio é a Arma de Engenharia que vem fazendo um trabalho digno em prol da população nordestina e da infraestrutura do país. Os Batalhões de Engenharia estão de parabéns pelas suas ações humanitárias em favor dos oprimidos.  

Até agora, o Exército não fez muita coisa ou quase nada pela defesa das fronteiras para impedir o contrabando de armas, pedras preciosas e drogas. Fazem-se necessário uma permanência fixa de Cias e Batalhões nessas fronteiras para impedir esses males sociais. 

Quando houve a revolução ou golpe em 1964 pensei que as Forças Armadas iriam fazer um governo militar nacionalista mais infelizmente, fizeram ao contrário do que diz nos quarteis, um governo entreguista de direita igual aos que queriam os comunistas, um governo entreguista de esquerda, foi o mesmo que trocar seis por meia dúzia

O Brasil está precisando de um governo para o povo e não um governo para os interesses estrangeiros que assaltam as riquezas do país e deixam a nação sem eira nem beira. 

O Brasil está sendo destruído, só temos Deus para nos salvar dessa avalanche político-social. 





Por: Ernani Serra 
Pensamento: Quem não defende a sua casa o vizinho toma conta. 
Ernani Serra