Leitores Online

7 de abr de 2015

PL4330/2004 - Terceirização


Esse Projeto de Lei nº 4.330/2004 não passa de um golpe contra todas as classes trabalhadoras que vão perder os direitos trabalhistas de estabilidade e o direito de se tornar funcionário público concursado, aonde o trabalhador vai se tornar um mero prestador de serviço a um grupo privado submetido a um Salário Mínimo perdendo a perspectiva de se elevar em suas funções, ficando escravo de uma empresa. 

Todo serviço terceirizado é susceptíveis a corrupções e corruptores entre o contratante e o contratado no superfaturamento de serviços, onde ambos saem ganhando com as negociatas a terceiros em detrimento ao servidor contratado. 

A terceirização pública é mais uma maneira do governo se eximir de suas obrigações com o funcionalismo público e deixar nas mãos de uma empresa terceirizada todas as obrigações e responsabilidades burocráticas e administrativas das empresas públicas, é uma maneira de lavar as mãos, não se responsabilizar com o serviço público e entregar tudo a serviços de empresas terceirizadas. Querem acabar com o funcionalismo público concursado e privatizar todo o serviço do país. 

É um retrocesso aos direitos e conquistas dos trabalhadores que não vão ter direito a estabilidade e poderão ser descartados a qualquer momento pela empresa contratante num ciclo vicioso e criminoso. É um trabalho semiescravo sem nenhum futuro para o trabalhador que vai ficar marchando num só lugar, num lugar que não é dele e sim, emprestado pela sua empresa contratada. 

O trabalhador vai virar um fantoche nas mãos dessas empresas terceirizadas que tem tudo para ganhar à custa desses trabalhadores CLT. 

Estamos retrocedendo ao tempo em que os operários não tinham nenhum direito legal e os patrões descartavam a qualquer momento sem nenhum ressarcimento monetário.   






Por: Ernani Serra
Pensamento: A ganância insaciável é um dos tristes fenômenos que apressam a autodestruição do homem.
Textos Judaicos