Leitores Online

11 de jul de 2015

Só existe um Regime Político Mundial


Em todas as ideologias políticas do mundo só uma é real, a do capital, o resto é utopia para enganar os otários com muitos floreios, mas na verdade, todos os regimes Ditaduras, Democracias, Socialismos etc., são regidos pelas moedas-papéis. É por isso que todos os regimes políticos são corruptos por natureza. Não existem políticas mundiais honestas, quando envolvem riquezas monetárias sem nenhum controle a bel prazer dos governantes, todas é um engodo publicitário para atrair e enganar as massas populares para conseguir o seu intento político ou religioso.

O regime marxista ou comunista quando implanta as suas garras no social é para explorar o trabalhador monetariamente e escravizar no trabalho assalariado, enquanto a cúpula, vivem se banqueteando, fazendo farras e luxando. O mesmo acontece com as monarquias, com os capitalismos brutais e outros tipos de ditaduras militares e civis. O homem é, e tem por natureza corrupta. Todas as propagandas desses regimes são para ludibriar o povo e obter a sua aprovação pública e unânime. Tanto faz nomear políticos quanto a submeter à votação pública, tudo está no esquema, os políticos são cartas marcadas nas eleições quem mandam nos políticos são aqueles que entram com o capital para eleger os candidatos, o povo é mera ficção, para onde o povo se virar só encontra corruptos e corruptores, são políticos de duas caras: uma antes das eleições e outra depois das eleições quando está no poder, o povo é que ainda não se deu conta com a farsa e se deixa enganar.

Os regimes políticos vivem das riquezas dos países e da exploração pública de taxas e impostos; e da esperança desses povos enganados, sofridos e torturados, nenhum regime acaba com a miséria total sempre haverá resquícios da pobreza humana que são aqueles menos favorecidos pelo aglomerado político no poder.

O homem não acaba com a miséria porque são egoístas e não desejam contribuir com a parcela de suas riquezas em favor dos menos favorecidos, e os governantes não querem dividir o pouco de seu luxo, poder e riqueza com essa classe desprotegida na sociedade. Infeliz, são aqueles que caem no buraco negro da mendicância, dos sem tetos e sem terras e perdem a esperança de sobreviver como cidadãos e ficam no esquecimento e invisíveis ao público. Se os trabalhadores já são esquecidos pelos políticos quanto mais os miseráveis.

Os políticos quando no puder só fazem o que lhes convém nem que tenha que passar com o rolo compressor em toda sociedade, contanto, que se salvem das situações críticas: políticas social, econômicas e financeiras em que se meteu. 

O povo paga impostos e se sacrificam para manter as riquezas sociais nos bolsos dos governantes, já que, o Estado não pode ter lucros, então todo excedente de divisas, riquezas do solo e subsolo são desviados para a privatização estrangeira e outros recursos menos nobres, o que não podem é dividir a riqueza do país com o povo para não dar um status de independência social, econômica e financeira, promovendo o bem-estar da nação, isso para os políticos é imoral porque acaba com a imoralidade política.

 
 



Por: Ernani Serra 
Pensamento: Todos e quaisquer regimes políticos que se humanizarem podem se tornar uma grande ideologia para a humanidade.
Ernani Serra