Leitores Online

26 de set de 2015

O Impossível Acontece


A presidenta Dilma Rousseff vive procurando e elaborando leis fiscais para arrecadar mais dinheiro do povo através de impostos e taxas para fechar o rombo de R$ 30,5 bilhões à custa da miséria social, e estão dizendo que há uma reserva cambial de aproximadamente US$ 377,8 bilhões. Se realmente existe essa reserva no Banco Central porque a presidenta não lança mão desses dólares e fecha esse rombo em reais. O Banco Central diz que não pode, mas pode jogar na Bolsa de Valores até o último centavo de dólar.

Estão cogitando em lançar mão dessa reserva para tentar baixar o dólar no câmbio que já chegou a mais de R$ 4,2479 por dólar, isso é um verdadeiro crime (leiloar as reservas cambiais) contra a economia brasileira e jogar no lixo bilhões de dólares na Bolsa de Valores que não vale a pena porque o dólar não vai baixar e o país só vai perder reservas internacionais em vão, nessa situação de crise que o país está passando não se deve se desfazer das reservas, em vez de jogar na Bolsa de Valores porque não aplica essas reservas para fechar o déficit de 2014, infelizmente não pode, mas pode destruir a reserva por nada.

Jogar essas reservas no lixo da Bolsa de Valores é uma validade criminosa e de traição a pátria; por que não joga essa poupança cambial para equilibrar as despesas com um superávit primário (real) para fechar a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) 2014 e 2015? Não pode, se a presidenta quisesse passava por cima de tudo e todos, e fechava o rombo, para o bem de todos e felicidade geral da nação.

O Banco Central do Brasil já injetou esse ano US$ 3.0 bilhões para conter a alta do dólar mais em vão, apenas baixam alguns centavos e logo, a Bolsa de Valores aumentam ainda mais o dólar, não se contém a alta do dólar injetando reservas cambiais na Bolsa e sim, com uma nação bem equilibrada com exportação e produção, sem inflação e muito menos sem recessão, mas infelizmente o Brasil está falido e sem crédito internacional pela Standard and Poor’s que taxou o Brasil de caloteiro.

O Brasil precisa é de desenvolvimento e progresso com muito trabalho, poucos e baixos impostos, com salários dignos para fazer com que a máquina produtiva volte a crescer deflacionando a nação.

Sufocar o povo com altos impostos, parar a produção industrial e comercial, inflacionar com recessão uma crise nacional, (isso é traição), não vai haver nenhum benefício para a nação, vai haver sim, uma arrecadação governamental para sanar ou diminuir todos os erros da má gestão da presidenta da República e criar um clima de insegurança nacional que poderá a vir com uma grande revolução popular e beneficiar o regime comunista. 

Só acaba com a crise se o Governo Federal começar a cortar os gastos desnecessários para equilibrar a arrecadação. Esse governo só quer diminuir a crise de seu governo pondo a corda no pescoço do povo, tirar desse povo o que não tem, enquanto todos os políticos ficam como marajás no seu país particular sem crises. 

O que a Dilma Rousseff está fazendo com a barganha de ministérios não passa de propinas aos partidos políticos para apoiarem o seu governo; para que 39 ministérios? Para dar aos políticos mais dinheiro público e poder. A presidenta cortou 10 ministérios e muitos deles foram incorporados noutros ministérios ativos. Se esse governo fosse sério cortaria 30 ministérios e ficaria só com 9, já tinha um grande desconto financeiro. Para que um Congresso Nacional com mais de 500 parlamentares, sem falar nos municípios e Estados, verdadeira farra de vampiros sangrando a nação. Nesses cortes políticos a presidenta não fala e tem medo da revanche contra si e seu governo.  Governar nesse país é um grande negócio de interesses e sua vingança é cortar a pele do povo que não trás nenhum prejuízo, é tirar doces de crianças.








Por: Ernani Serra
Pensamento: Encontrou-se, em boa política, o segredo de fazer morrer de fome aqueles que, cultivando a terra, fazem viver os outros.
Voltaire