Leitores Online

28 de jun de 2016

Divórcio do Reino Unido com União Européia


A União Europeia só pensa em usufruir dos membros menores para enriquecer a economia e a rede bancária das grandes potências. Quando a Grécia caiu em desgraça pela farra dos políticos no dinheiro público em vez de penalizar e prender os políticos corruptos, simplesmente, obrigou ao presidente a fazer um plano de austeridade fiscal que acabou com a prosperidade do povo grego, em vez de socorrer a Grécia com milhões ou bilhões de euros para sair da crise. Não fez nada para melhorar a situação da nação grega mais soube receber os milhões de refugiados e migrantes das guerras civis que causou um rombo financeiro sem recuperação quando deveria ter socorrido com esse dinheiro à Grécia, a Bruxelas e outras nações na mesma situação na União Europeia. Esses refugiados que chegam aos milhões por dia nas fronteiras vão causar um grande problema financeiro e econômico para a União Europeia, é como cobrir um santo e descobrir outro.

Quem separou o Reino Unido da União Europeia foi à invasão e a obrigatoriedade que tinha com U.E., em receber esses refugiados e o povo britânico não gostou dessa invasão no mercado.

Com o plebiscito popular que a maioria disse sim pela separação do Reino Unido contra a União Europeia houve o desligamento dessa união. Fala-se que no próximo ano nas eleições a França e outros países menores siga o mesmo caminho da Grã-Bretanha. 

Estão falando em outro plebiscito no Reino Unido se houver haverá um grande caos principalmente se o resultado for ao contrário do primeiro.

Na Grécia já se fala num plebiscito para passar um calote na rede bancária. O plebiscito da Grécia não é confiável, pois já houve um e o povo disse sim para sair da União Europeia, mas o presidente foi contra o povo e a favor dos poderosos da U.E. 

A União Europeia pode se separar entre si por causa da crise com os refugiados.




Por: Ernani Serra
Pensamento: Nada como uma crise para criar novas perspectivas no futuro.
Ernani Serra