Leitores Online

11 de jul de 2016

Improbidade Administrativa


É um verdadeiro absurdo o que está ocorrendo no Estado de São Paulo que adquiriu 26 trens para o metrô e 10 estão ainda na fábrica. 

É o carro na frente dos bois, se as obras de expansão da linha ferroviária estavam inacabadas para que adquirir trens se não tinha trilhos para servir a população. Isso é frequente quando há mutreta.

Não justifica o atraso na expansão ferroviária do metrô e muito menos em deixar 26 locomotivas guardadas em pátios por dois anos levando chuva, sol, depreciação das peças, e vandalismo.

Tudo indica que não existe o interesse desse metrô a serviço do povo, o que existe é o interesse monetário. 

Se as obras do metrô só vão acabar em 2020 os trens daqui para lá já viraram sucatas e terão que adquirir novos trens com o dinheiro do contribuinte. Já está havendo a canibalização dos trens com o desmanche de peças novas para outros trens em uso mais velhos.

Isso virou uma constante no propinoduto das grandes aquisições. Desconfiem quando políticos adquirem ou fazem grandes obras que não terminam. É o caso das aquisições das ambulâncias SAMU que ficaram se deteriorando e pouco estão servindo a população.  
    







Por: Ernani Serra
Pensamento: Enganam o povo com obras modernas que ficam inacabadas e expostas as intempéries do tempo, enquanto desviam dessas obras verbas em benefício próprio.
Ernani Serra