Leitores Online

15 de jan de 2017

Pátria Amada, Salve, Salve


Está havendo um interesse muito grande de certas ramificações da sociedade para que o Exército tome uma posição de intervenção revolucionária contra as autoridades ideológicas e corruptas do país, isso é muito perigoso, pois, tudo indica que, toda crise social, econômica e financeira do país está ligada a um plano subversivo de entrega a pátria, e que, certas facções estão interessadas numa intervenção militar para que haja confrontos e milhares de mortes e destruição das edificações (arquitetura civil) deixando o país em ruínas e cada vez mais frágil e exposto as invasões estrangeiras. 

O efetivo do Exército está comprometido pela metade desde que os governantes cortaram as verbas dos militares obrigando a diminuir o efetivo das corporações, isso já fazia parte do plano e deixando as Forças Armadas com um material bélico obsoleto incapaz de defender o país. Querem tomar o país a força e criar uma Ditadura Civil Ideológica de Direita ou Esquerda.

Toda essa falência nacional (crise) foi programada para deixar a nação de esmolas e instigar as Forças Armadas a um conflito patriótico.

Já não bastam essa crise avassaladora e querem que o país se autodestrua numa guerra civil de interesses subversivos em confronto com as Forças Armadas.

As Forças Armadas se quiserem tomar uma medida extrema que pense bastante e se unam entre si para que haja uma estratégia relâmpago e uníssono em um tempo igual, para dar o golpe, para não haver resistência. Tem que haver um planejamento estratégico de assalto em um só tempo e num só momento territorial, o ideal é que não dê oportunidades para resistências civis e forças auxiliares e tomar também de assalto todos os morros e desarmar todos os traficantes. 

Esses subversivos políticos-corruptos não fizeram esse estrago todo no Brasil sozinhos (individual) fizeram através de mentes políticos estrategistas internacionais que vieram minando e corroendo todo o poder: social, econômico, financeiro, patrimonial, riquezas do solo e subsolo, etc. de maneira silenciosa e estratégica, e agora, estão querendo dar o xeque-mate, através das falências estatais e jogando o funcionalismo público e o povo numa fogueira de revolta e ódio. Estão preparando o povo para sair às ruas para matar, destruir e morrer. Estamos em cima de um barril de pólvora e com um estopim acesso, prestes a explodir. Temos que evitar um derramamento de sangue e destruição das edificações.





Por: Ernani Serra
Pensamento: É preciso vigiar tudo todo tempo para não ser pego de surpresa.
Ernani Serra