Leitores Online

14 de fev de 2017

Senhores das Guerras


Os magnatas do armamento bélico mundial são os fomentadores das guerras externas de seus países. Os políticos capitalistas são manipulados por esses agentes das guerras que criam crises mundiais para aumentar a população dos miseráveis mundiais e através destas crises criarem o descontentamento do povo desses países do terceiro e emergentes mundo.

As guerras são para enriquecer ainda mais esses senhores das guerras em seus países do primeiro mundo.
O Brasil teve uma indústria bélica ENGESA que faliu pela má gestão ou por pressão dos grandes magnatas da indústria bélica internacional, o Brasil vendeu a países do Oriente Médio em prestações e recebeu um grande calote, quando deveria vender a vista cada lote adquirido, mas como o Brasil é um Estado que não pode ter lucros e quando tem os políticos passam a mão no dinheiro público.

Esses políticos se tornam corruptos porque são filhos de estrangeiros e não se importam com o Brasil e o pior, é que, os brasileiros estão votando nesses filhos de estrangeiros e dando-lhes o poder político de vender o país e deixar que a economia e riquezas sejam invadidas e pirateadas para o exterior. Todos os investimentos feitos no Brasil não deram certo por causa da corrupção e falta de patriotismo político, mas quando essas mesmas empresas passam para as mãos dos estrangeiros só dão lucros. O que esses estrangeiros não querem é que o Brasil se torne uma potência e venha fazer concorrência com essas grandes indústrias internacionais. Querem que o Brasil continue sempre como lacaio e marionetes das grandes potencias. Vamos sair da crise atual, mas, como lacaios das grandes potências que estão invadindo tudo, o Brasil só vai sair da crise quando tudo e todos estiverem nas mãos dos estrangeiros e seremos um país multinacional com o nome de Brasil, como está acontecendo com a Petrobras só o nome, mas, na verdade é uma multinacional.

O Brasil tinha a Petrobras no tempo de Getúlio Vargas e nada fez pelo bem-estar dos brasileiros e até hoje, todos os políticos só fizeram uma sangria na Petrobras e no final entregaram aos gringos e os brasileiros otários continuaram com o slogan do "petróleo é nosso". O Brasil vinha saindo muito bem de todas as crises internas e externas porque tinha a Petrobras para garantir os déficits. Agora o Brasil está nas mãos do Tio Sam e de outras potências estrangeiras, a Petrobras só tem o nome, mas, quem é o dono são as petroleiras internacionais. Me engana que eu gosto!

O povo idolatrou muito o governo de Getúlio Vargas por ter dado as conquistas sociais aos trabalhadores, essas conquistas saiam dos cofres do poder privado, mas nunca deu nada do tesouro estatal para o povo.

A Noruega foi um país pobre, mas hoje é uma potência por causa da extração do petróleo e do patriotismo nacional, hoje, primeiro são os noruegueses, depois os dos países nórdicos, e depois os europeus e no final da fila protecionista vem os africanos, indianos e latinos, eles estão certos, por acaso vão deixar de dar aos seus compatriotas para dar aos imigrantes, isso nunca, são patriotas e não querem ser mais pobres como antes.

Os Estados Unidos também vêm sofrendo com a conspiração e pressão dos magnatas que, manipulam a política norte-americana para enriquecerem com as guerras, enquanto o seu povo vive marginalizado por racismo e discriminação. Em vez dos Estados Unidos gastarem trilhões de dólares em guerras externas nada mais justo se esse dinheiro fosse para melhorar a vida dos trabalhadores e tirar da miséria os milhões de norte-americanos que estão morrendo de fome, sem teto e sem dinheiro, é uma vergonha que uma superpotência esteja sufocando o seu próprio povo em benefício dos grandes capitais.





Por: Ernani Serra 
Pensamento: Para ser anfitrião a justiça deve começar em casa.
Ernani Serra